ARTE E CULTURA >> Dança

  • Joias do Ballet no Theatro Municipal

    Da Redação em 19 de Junho de 2018    Informar erro
    Local: Theatro Municipal do Rio
    ENDEREÇO: Praça Floriano, s/n - Cinelândia
    DATA : 24/06/2018 HORA : 17h VALOR : R$ 10 a R$ 70
    DATA : 29/06/2018 HORA : 19h30 VALOR : R$ 10 a R$ 70
    DATA : 01/07/2018 HORA : 17h VALOR : R$ 10 a R$ 70
    O espetáculo Joias do Ballet, reunindo três obras de célebres coreógrafos russos criadas na efervescente passagem entre os séculos XIX e XX, dá início à temporada de dança clássica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, sábado dia 23 de junho, às 16h, com o patrocínio Ouro da Petrobras. Compõem o programa as obras: Le Spectre de la Rose, coreografia de Michel Fokine e música Carl Maria von Weber, Les Sylphides, também coreografada por Fokine com música de Frédéric Chopin, e Raymonda,coreografia de Marius Petipa  e música de Alexander Glazunov. Além do Ballet do TMRJ, dirigido por Ana Botafogo e Cecília Kerche, a montagem conta com a presença da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal, sob a regência de Jésus Figueiredo e, ainda, de alunos da Escola Estadual de Dança Maria Olenewa.

    A primeira peça do programa, Le Spectre de la Rose, foi especialmente concebida para que o jovem Nijinsky pudesse mostrar seu virtuosismo técnico, saltos e o brilho de seu talento particular. A estreia em 1911, no Grand Theatre de Monte Carlo, Mônaco, teve sucesso imediato e o pequeno balé se tornou uma das produções mais amadas do repertório russo.
    A segunda obra do programa, Les Sylphides, é um balé curto de oito movimentos, ambientado num parque à luz da lua onde espíritos alados dançam com um poeta. Nessa sua criação, que estreou em 1909, no Théâtre du Châtelet Michel, Paris, Fokine presta homenagem aos velhos tempos do academicismo romântico.

    Ambientado na Idade Média, Raymonda conta a história de uma jovem que espera o retorno de seu noivo das Cruzadas. Ela desperta a paixão de um cavaleiro oriental, mas no último momento o noivo retorna e derrota seu rival em duelo. Aí começam os preparativos para a festa de casamento. Desse balé, um clássico do espírito russo exibido pela primeira vez em 1898, no Teatro Maryinski em São Petersburgo, Rússia, o BTM apresenta o terceiro e último ato - pas d’Hangrois.
     
    Foto: Caru Ribeiro/Divulgação

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Cello Dance: espetáculos gratuitos
      Saiba Mais
      Mostra Cia da Ideia 10 anos
      Saiba Mais
      Festival Panorama 2016: capital mundial da dança
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA