ARTE E CULTURA >> Música

  • Coletivo Ponto br faz show e oficinas musicais

    Da Redação em 16 de Maio de 2017    Informar erro
    Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Teatro de Arena
    ENDEREÇO: Av. Almirante Barroso, 25, Centro
    CONTATO: (21) 3980-3815
    DETALHES:

    Dias 19, 20 e 21/05/17 às 19h | Shows: R$ 6 e R$ 3,00 (meia). Além dos casos previstos em lei, clientes CAIXA pagam meia | Oficinas gratuitas 

    O espetáculo Na Eira é uma investigação estética do Coletivo Ponto br. Cocos, Maracatus, Bois, Rojões e Carimbós são alguns dos gêneros que compõem o repertório. Tudo isso se mistura a bases pré-gravadas, projeção de imagens e recursos cênicos de dança, explorando o diálogo entre as diversas vertentes.

    Formado por mestres da cultura tradicional, o coletivo conta com nomes de primeira grandeza da música brasileira, como Mestre Walter França, compositor das loas do Maracatú Nação Estrela Brilhante do Recife; Zezé Menezes, cantora e percussionista; e Ribinha do Maracanã, intérprete, percussionista e líder do Bumba Boi de Maracanã.

    Compõem o grupo, ainda, os músicos Éder “O” Rocha (bateria e percussão), Henrique Menezes (voz e percussão), o suíço Thomas Rohrer (rabeca e saxofones) e Renata Amaral (baixo e voz), todos músicos conhecidos da cena paulistana e que já trabalharam com grandes artistas nacionais.

    Além dos shows, os integrantes do Ponto br realizarão quatro oficinas gratuitas, com programação é destinada a músicos, educadores, arte-educadores e interessados em geral a partir dos 12 anos. As inscrições podem ser realizadas pelo e-mail maraca6@gmail.com, e a participação estará sujeita ao número de vagas. Não é necessário possuir os instrumentos para participar. Quem possuir, no entanto, poderá levá-lo(s).

    Fundado em 2002, o Ponto br se tornou referência por uma proposta de diálogo entre a música e as tradições populares do Brasil. Cantado por seus mestres geração após geração, seu repertório se funde, se adapta, se particulariza, e tem como resultado ‘hits’ atemporais, filtrados pelo tempo e esculpidos pela memória. São melodias e ritmos matrizes da nossa música urbana e, por terem influenciado a formação de gêneros como samba, forró e outros, são facilmente assimilados.

    Ficha técnica:

    • Percussão e voz: Mestre Walter França
    • Voz e caixa do divino: Mestra Zezé de Iemanjá
    • Voz e maracá: Ribinha de Maracanã
    • Baixo e voz: Renata Amaral
    • Bateria e percussão: Éder “O” Rocha
    • Rabeca e saxofones: Thomas Rohrer
    • Precussão e voz: Henrique Menezes

    Foto: Georgia Branco

    Lotação: 226 lugares (mais 3 para cadeirantes)

    Classificação Indicativa: Livre

    Acesso para pessoas com deficiência

    Oficinas gratuitas:

    Caixa do Divino, com Mestra Zezé Menezes e Renata Amaral
    Data: 20 de maio de 2017 (sábado)
    Horário: 10h
    Vagas: 20
    Classificação indicativa: 12 anos

    Bumba Boi, com Ribinha de Maracanã e Henrique Menezes
    Data: 20 de maio de 2017 (sábado)
    Horário: 10h
    Vagas: 30
    Classificação indicativa: 12 anos 

    Rabeca, com Thomas Rohrer
    Data: 21 de maio de 2017 (domingo)
    Horário: 10h
    Vagas: 20
    Classificação indicativa: 12 anos

    Maracatu Nação, com Mestre Walter França e Eder “O” Rocha
    Data: 21 de maio de 2017 (domingo)
    Horário: 10h
    Vagas: 30
    Classificação indicativa: 12 anos

    >>Inscrições para todas as oficinas: maraca6@gmail.com.


    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Prefeitura libera rodas de samba de autorização
      Saiba Mais
      Cantoria no Jardim do Museu da República
      Saiba Mais
      XII RioHarpFestival no CCBB
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA