ARTE E CULTURA >> Teatro

  • O Enxoval, comédia baseada em fatos reais com entrada grátis

    Da Redação em 04 de Julho de 2018    Informar erro
    Local: Espaço Furnas Cultural
    ENDEREÇO: Rua Real Grandeza, 219 - Botafogo
    CONTATO: (21) 2528-3112
    DATA : 07/07/2018 HORA : 19h VALOR : Grátis
    DATA : 08/07/2018 HORA : 19h VALOR : Grátis
    DATA : 14/07/2018 HORA : 19h VALOR : Grátis
    DATA : 15/07/2018 HORA : 19h VALOR : Grátis
    DETALHES:
    Os ingressos serão distribuídos uma hora antes dos espetáculos, 1 (um) ingresso por pessoa, limitados à capacidade do auditório: 170 lugares.
     
     
    LINK: Clique aqui e visite o site
    Baseada em fatos reais, a comédia O Enxoval, da Cia. Atores de Laura, faz sucesso por todos os lugares onde tem sido apresentada. Escrita por Ana Paula Secco, Verônica Reis e Luiz André Alvim, o texto mostra o cotidiano de Célia, 82 anos, e Amélia, 86, duas senhoras do interior de Minas Gerais, donas da única Telefônica na cidade de Simão Pereira.
     
    Célia é viúva do irmão de Amélia, que nunca se casou e há 60 anos espera o noivo que nunca voltou. Ela guarda em muitas caixas um enxoval de casamento completo, sem perder a esperança de um dia subir ao altar. Amélia viu a vida passar pela janela.
     
    O cotidiano pacato de Célia e Amélia é interrompido pela chegada, no meio de uma forte tempestade, de um jovem diretor de marketing que precisa desesperadamente telefonar para o seu chefe no Rio de Janeiro. Ele está perdido, seu celular quebrou, seu laptop caiu na água e seu carro está enguiçado na estrada. O que era para ser um serviço simples acaba se transformando em um grande pesadelo.
     
    A ação da peça se passa dentro da Telefônica, que fica na ante-sala da casa de Célia e Amélia. A Telefônica é aberta diariamente para os poucos clientes que aparecem, prestando um serviço quase caseiro. Célia e Amélia são personagens que vivem à margem, excluídas de uma realidade cada vez mais virtual. Isoladas numa cidade minúscula, com seus sonhos e lembranças, elas vivem um tempo que já passou. “O contraste entre a vida dessas duas senhoras e o mundo atual, representado pelo personagem do jovem executivo, nos faz refletir sobre o idoso em nossa sociedade”, afirmam os autores, que também atuam na peça.
     
    Segundo eles, o conflito dessas duas realidades cria em cena um emaranhado de situações patéticas, que refletem a senilidade delas e uma profunda carência de afeto. “O projeto pretende despertar, com humor e poesia, um olhar mais atento para a solidão do idoso que vem sendo cada vez mais excluído no mundo moderno”.
     
    Duração: 75 minutos
    Classificação: 12 anos

    Texto: Ana Paula Secco, Verônica Reis e Luiz André Alvim
    Direção: Luiz André Alvim
    Elenco: Ana Paula Secco, Verônica Reis e Leandro Castilho
    Cenário: Ana Paula Secco e Luiz André Alvim
    Iluminação: Luiz André Alvim
    Figurino: Ana Paula Secco
    Trilha sonora: Luiz André Alvim
    Direção de produção: Renata Campos
    Foto: Renato Mangolin

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Um sonho para Méliès
      Saiba Mais
      DR - Discutindo a Relação faz temporada em Campo Grande
      Saiba Mais
      Peça Os Saltimbancos no Teatro Serrador
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA