ARTE E CULTURA >> Dança

  • 27º Festival Panorama de Dança

    Da Redação em 09 de Novembro de 2018    Informar erro
    Local: 27º Festival Panorama de Dança
    DATA : 09/11/2018
    DATA : 10/11/2018
    DATA : 12/11/2018
    LINK: Clique aqui e visite o site
    A 27ª edição do Festival Panorama, mais importante evento de artes do corpo, dança e performance no Brasil e um dos principais da América Latina, traz ao Rio de Janeiro, de 2 a 24 de novembro, 22 atrações estrangeiras e brasileiras, com espetáculos, exposições, conversas, residências e outras atividades em linguagens diversas que se destacam na cena contemporânea mundial.

    Nesta edição, o festival destaca a importância da ampliação do eixo cultural nacional e convida o festival Junta – Festival Internacional de Dança, de Teresina, para ser o curador nacional. A parceria marca a criação de novas possibilidades de experiências, dando corpo às novas produções artísticas. Na programação conjunta, três espetáculos, oficinas, intervenções, conversas, entre outras atividades.
    Em realização conjunta ainda com o Festival Junta e com o Programa Pontes, do British Council e do Oi Futuro, o Panorama recebe a exposição Corpo de Som, da artista britânica Helen Cole e do carioca Floriano Romano.

    Com sua programação múltipla, o festival, este ano, ocupa espaços convencionais como o CCBB, Centro Municipal de Artes Helio Oiticica, Espaço Cultural Sérgio Porto; locais públicos como a Praça Tiradentes; e ambientes inusitados como a sobreloja AZ Sustentabilidade, quer se transformará numa grande Galeria, e do sobrado que abriga a produção do Panorama e, pela primeira vez, receberá público. As atividades têm preços acessíveis, que variam entre R$ 30 ou entrada franca. “Vamos celebrar nossa existência da única forma que sabemos: resistindo”, resume Nayse Lopez, diretora artística e curadora do festival.
     
    ESTREIA
    Nesta edição, o Panorama propõe um convite à reflexão sobre o ato de respirar e apresenta a exposição Corpo de Som, que fica em cartaz no Centro Municipal Helio Oiticica, entre 3 e 24 de novembro.

    O trabalho consiste na recriação da instalação sonora ‘Breathe’ (Respire) com artistas do Rio de Janeiro e de Teresina, através do registro de suas respirações durante uma dança livre e exaustiva, captadas em áudio. A exposição conta ainda com duas esculturas sonoras do carioca Floriano Romano e sua arte que mescla paisagens corporais e paisagens sonoras.

    A obra sonora ‘Breathe’ foi exibida no Festival Internacional de Performance de Veneza, no Gibney Dance Studios, em Nova York e no IBT17 Festival, em pequenas salas escuras e porões cavernosos.
     
    PANORAMA + JUNTA
    Abarcando a importância de desenvolver novos curadores e a ampliação deste eixo cultural, o Festival Panorama 2018, convidou o jovem festival Junta – Festival Internacional de Dança, de Teresina, que está em sua 4º edição, para ser o curador nacional deste ano.
     
    A parceria quer criar novas possibilidades de experiências e dar corpo às novas produções artísticas. Como a do piauiense Datan Izaká, que convida o público para uma experiência intimista em E | N | T | R | E, coreografia de três performers, um ambiente sensorial e um emaranhado de fios. A ideia parte do principio de que tudo é movido à partir de uma cadeia de enganchamentos na vida. Também do Piauí vem o espetáculo Treta, fruto de dois anos de pesquisas no Campo Arte Contemporânea e da Casa de Hip Hop Balde, que resultou no que o grupo Original Bomber Crew classifica como ‘uma explosão poderosa a partir do movimento’.
     
    O espetáculo Trindade traz ao palco três personagens – a drag, o cavalo e o xaile – interpretados por membros da companhia Só Homens Cia de Dança, que desenvolvem uma dramaturgia criada por Samuel Alvís ao som de fados portugueses e questionam: ‘O que define a sua natureza?’.
     
    ATRAÇÕES NACIONAIS 
     
    O viés político com o cenário atual como pano de fundo também é abordado pelo festival em  Domínio Público, uma resposta artística ao momento que vive o Brasil, onde artistas e seus trabalhos são "censurados e atacados". O espetáculo é um convite a um passeio pela História e um convite à uma reflexão política, poética e pedagoga. Assinada por Elisabete Finger, Maikon K, Renata Carvalho, Wagner Schwartz, a apresentação tem como proposta estabelecer relações entre as múltiplas interpretações projetadas sobre a Mona Lisa e as projeções criadas pela sociedade sobre as vidas, identidades e trabalhos de quatro atores em cena.

    Em Só, Denise Stutz une palavra e dança com a história de uma mulher que se prepara para sua última apresentação teatral e convida o público a debruçar-se sobre suas reflexões a acerca da passagem do tempo, velhice e outros questionamento. Com colaboração de Inês Vianna, o monólogo entrega à plateia os rumos da história da protagonista.

    AÇÕES, CONVERSAS E ENCONTROS
    Em busca do mundo que queremos, o Festival Panorama 2018 abre seu sobradinho e convida a todos para os encontros na Sala de Estar. A ideia é conviver, dividir e estar junto. Respirar, comer, conversar, rir, tocar, amar, dançar, tocar, cantar, trocar. Também em sua casa, o Panorama apresenta a obra Por Um Fio, ação do Coletivo em Silêncio, um convite a diálogos, dispositivos de aproximação e olho no olho.

    Seguindo este movimento de troca, o Panorama, em parceria com o LAbCrítica - projeto de pesquisa e extensão, vinculado aos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Dança do Departamento de Arte Corporal (DAC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) -  convida o público a debater sobre as obras, as curadorias e os espaços-tempos em que vivemos. Desta imersão na programação do festival, transformada em produção textual, sairá uma publicação a ser lançada ao fim desta edição.
     
    A Praça Tiradentes recebe a ação Piquenique, que convida a todos a ocuparem o espaço público e romperem as fronteiras entre o público e o privado, com comidas, bebidas e conversas. Também na Praça, o ato de respirar se transforma em uma ação coletiva e performática, através de exercícios conduzidos na açãoRespiração.
     

    PROGRAMAÇÃO DIA A DIA PANORAMA 2018
     
    09 NOV
    12H ÀS 18H – CORPO DE SOM (Instalação) – HELEN COLE (UK) E FLORIANO ROMANO (BR)
    Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
    Entrada Franca
     
    18H ÀS 20H  –  CORPOS RESISTENTES (Mesa de Conversas)
    Sobrado Panorama
    Entrada Franca
     
    21H  – E|N|T|R|E (Espetáculo) – DATAN IZAKÁ (TERESINA/PI)
    Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
    10 NOV
    11H30 ÀS 13H – OFICINAS
    Danças Populares Brasileiras
    Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
    Inscrições prévias
     
    12H ÀS 18H – CORPO DE SOM (Instalação) – HELEN COLE (UK) E FLORIANO ROMANO (BR)
    Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
    Entrada Franca
     
    14H ÀS 15:30 – OFICINAS 
    Dança e corpo sensível
    Centro Coreográfico do Rio de Janeiro
    Inscrições prévias
     
    21H – E|N|T|R|E (Espetáculo) – DATAN IZAKÁ (TERESINA/PI)
    Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
    19H – TRETA (Espetáculo) – ORIGINAL BOMBER CREW (TERESINA/PI)
    AZ Sustentabilidade
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
    11 NOV
    11h30 ÀS 13H – OFICINAS
    Centro Cultural Coreográfico do Rio de Janeiro
    Incrições no local
     
    16H ÀS 18:30H – OFICINAS
    Centro Cultural Coreográfico do Rio de Janeiro
    Inscrições prévias
     
    19H –TRETA (Espetáculo) – ORIGINAL BOMBER CREW (TERESINA/PI)
    AZ Sustentabilidade
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
     
    21H  – TRINDADE (Espetáculo) – SÓHOMENS CIA DE DANÇA (TERESINA/PI)
    Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
    12 NOV
    12H ÀS 18H – CORPO DE SOM (Instalação) – HELEN COLE (UK) E FLORIANO ROMANO (BR)
    Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
    Entrada Franca
     
    21H – TRINDADE  (Espetáculo) – SÓHOMENS CIA DE DANÇA (TERESINA/PI)
    Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
    R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia)
     
    14 A 24 NOVEMBRO (EXCETO 18 E 25/11)
    12H ÀS 18H – CORPO DE SOM (Instalação) – HELEN COLE (UK) E FLORIANO ROMANO (BR)
    Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica
    Entrada Franca
     
    02 A 24 NOVEMBRO
    LAB CRÍTICA (mais informações em http://panoramafestival.com/2018/lab-critica-2018/)
     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Dança em Foco 2016
      Saiba Mais
      Mostra Cia da Ideia 10 anos
      Saiba Mais
      Vero, nova coreografia de Deborah Colker
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA