ARTE E CULTURA >> Carnaval

  • Rio e São Paulo adiam desfiles de carnaval para abril

    Da Redação em 15 de Abril de 2022    Informar erro
    Uma reunião na noite desta sexta-feira (21) entre os prefeitos do Rio, Eduardo Paes, e de São Paulo, Ricardo Nunes, selou a decisão conjunta de adiar os desfiles das escolas de samba do carnaval para o feriado de Tiradentes, em 21 de abril.
     
    A decisão foi provocada pelo avanço da ômicron e a alta de casos de Covid no país. O carnaval de rua já havia sido cancelado nas duas maiores cidades do país.
     
    “Orientados pelos secretários de saúde, otimistas que estão com a evolução dessa cepa nova da pandemia , acompanhando o resto do mundo de diminuição, entendemos que é prudente adiarmos para o feriado de Tiradentes em abril. Estamos confirmando a realização do carnaval em abril…decidimos adiar pro feriado do 21 de abril, tanto do Rio quando em São Paulo", disse Eduardo Paes.
     
    Para a GloboNews, Eduardo Paes disse que, por ser um feriado nacional, a princípio o feriado de fevereiro também está mantido, apesar da transferência dos desfiles.
     
    O prefeito também disse que a questão do carnaval de rua, que havia sido cancelado, ainda vai ser analisada, já que ele tem características diferentes dos desfiles do sambódromo.
     
    As prefeituras divulgaram ainda uma nota em conjunto:
    As prefeituras do Rio e de São Paulo, sob a orientação de seus secretários de Saúde, optaram por adiar a realização dos desfiles das Escolas de Samba para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril. A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de COVID-19 no Brasil e a necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional.
     
    O adiamento do carnaval foi decidido após uma reunião na noite desta sexta-feira, por videoconferência, em que estiveram presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o secretário de Saúde carioca Daniel Soranz, o secretário de Saúde paulistano Edson Aparecido, além dos presidentes das Ligas de Escolas de Samba de ambas as cidades.

    Fonte: G1


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Fundada no Estácio, Deixa Falar foi a primeira escola de samba do Rio de Janeiro
      Saiba Mais
      Orson Welles filmou carnaval do Rio de 1942 para documentário nunca terminado
      Saiba Mais
      Construída em tempo recorde, passarela do samba faz 38 anos ainda mais bonita
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO