ARTE E CULTURA >> Evento

  • CCBB Rio tem programação de férias durante o mês de janeiro

    Da Redação em 12 de Janeiro de 2021    Informar erro
    Local: CCBB Rio
    ENDEREÇO: Av. Primeiro de Março, 66 - Centro
    DATA : 13/01/2021
    DATA : 14/01/2021
    DATA : 15/01/2021
    DATA : 16/01/2021
    DATA : 17/01/2021
    Os destaques no CCBB Rio são visitas mediadas à nova exposição em cartaz no CCBB-Rio - “Chiharu Shiota: Linhas da vida [Lifelines]”, com 70 obras da artista japonesa, que compõem a mostra retrospectiva “Linhas da Vida“, do início de sua produção artística aos dias atuais.

    Especialmente concebida para o CCBB, a mostra reúne um panorama de obras realizadas por Chiharu Shiota, desde a fase inicial de sua carreira, em 1994 e trabalhos inéditos, idealizados especialmente para esta exposição.
     
    De essência fortemente autobiográfica, a obra de Shiota, que é nascida em Osaka e radicada há 23 anos em Berlim, busca dialogar com a transitoriedade do ciclo da vida por meio de instalações efêmeras e com o uso de uma materialidade trivial, como fios de lã e outros objetos do cotidiano.
     
    Além disso, há certos temas que acompanham a artista por toda a sua trajetória e surgem paralelamente em sua produção, tais como o uso de pertences pessoais – chaves, vestuários, cartas, mobiliários e barcos. As visitas mediadas são aos domingos, segundas, quartas e sextas, às 12h e às 16h.
     
    As visitas mediadas à exposição Alphonse Mucha: o legado da Art Nouveau são diárias e possíveis nos dias e horários a seguir: segunda-feira; às 12h e 16h; quarta-feira, às 16h; quinta-feira, às 12h; sexta-feira, às12h e 16h; sábado e domingo, às 12h. Nas terças-feiras o CCBB está fechado para visitação.
     
    As visitas patrimoniais à exposição permanente do CCBB Rio de Janeiro, "O Banco do Brasil e sua História”, na Galeria de Valores são às quartas-feiras, 12h e domingo, às 16h. A lotação de ambas é limitada à 6 (seis) pessoas.
     
    Nas visitas mediadas os educadores se juntam ao público para dialogar, compartilhar e trocar olhares, leituras e produções de significados, presentes nas exposições em cartaz no CCBB-Rio.
     
    As Visitas Mediadas em Libras, ocorrem simultaneamente em português, com tradução em língua brasileira de sinais (Libras). Os educadores acolhem pessoas surdas e/ou com deficiência auditiva, nas quintas-feiras e sábados, às 16h.
     
    Para o público de Casa e amantes da "sétima arte", o Laboratório de Crítica (Digital) traz um tema para lá de interessante: "O cinema feminino e a escrita crítica de cinema brasileiro". O encontro será conduzido pela pesquisadora Mariana Souza, no dia 14, quinta-feira, às 14 horas e conta com 100 lugares disponíveis. 
     
    Neste encontro, Mariana irá compartilhar o trabalho das mulheres negras, indígenas e LGBTs no cinema brasileiro contemporâneo e os processos de revisão das imagens canônicas.  Este encontro visa dar continuidade as ações da plataforma, consolidada pelo programa com estudantes de arte, jornalismo, curadoria e história. 
     
    Em janeiro, o Múltiplo Ancestral (Digital) - “Dançar, Dançar” é música, é dança e brasilidades!  
     
    Sábado, dia 16 de janeiro, às 10h, o músico, ator e diretor de teatro com mais de 20 peças no currículo, Fernando Leme e o videomaker, artista visual e editor do audiovisual que será mostrado, Guilherme Fogagnoli apresentarão para o público, o videoclipe da canção inédita “Dançar, Dançar”, (letra e música de Fernando Leme) produzida especialmente para o CCBB Educativo, em homenagens a uma das maiores expressões culturais do Brasil: a dança.
     
    Com toda a sua diversidade e pluralidade, em ritmos propriamente brasileiros como o samba, o forró, o maracatu, a dança é uma manifestação democrática independente de raça e presentes em todas as regiões do país. Este encontro promete ser bastante animado e dançante. A classificação indicativa é Livre e indicada para pessoas acima de 3 anos.
     
    No mesmo sábado, às 15 horas tem as oficinas artísticas do Lugar de criação - Oficina de Saberes. Encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.
     
    Quarta-feira, 20/01, às 19h, o curso Transversalidades (Digital) convida a Kau Clarke e Fred Behrends para falar sobre “Educação e Natureza”. O encontro acontece no site do CCBB Educativo e nas redes do CCBB, em formato webinar na plataforma Zoom. É votado para professores e educadores e acessível em Libras. Podem participar até 500 pessoas.  A duração é de 2h. 
     
    Kau Clarke é educadora e uma das criadoras da Pedagogia Inkiri, e atualmente Diretora Pedagógica da Escola Inkiri. É formada em Direito pela PUC-RJ e referência em Ecovilas no Brasil e no mundo. Se aprofundou na Escola de Leitura da Aura, tendo se formado como terapeuta de leitura da aura e professora de meditação das rosas. Nesses anos veio adquirindo conhecimentos sobre Reiki, Dragon Dreaming, Sociocracia e se formou pelo Gaia Education e atualmente tem se dedicado na investigação da Comunicação Não-Violenta (CNV).

    Fred Behrends é educador, coordenador da Escola Inkiri, co-criador da pedagogia Inkiri e co-criador da Formação Escola Inkiri e do Curso Online Educação Consciência. É membro da Comunidade Inkiri desde 2016 e encontrou aqui uma forma de viver mais de acordo com o que acredita, mais conectado com seu propósito: educação, natureza e vida em comunidade. Nas suas horas vagas adora surfar, cantar mantras, plantar e é fascinado pelos micromundos dos terrários. 

    Inscrições: www.ccbbeducativo.com . Classificação indicativa Livre – indicado para pessoas acima de 16 anos.
     
    Na programação remota do dia 22 de janeiro (sexta-feira), às 10 horas, o Lugar de Criação – “A escala de cores da minha casa” convida crianças e suas famílias a participar da proposição digital e descobrir as cores das casas de alguns artistas e das até das nossas casas.
     
    A ideia é partir da arquitetura, dos objetos e ao redor de onde habitamos. O Lugar de Criação é um projeto dedicado ao público infantil, com interesse na experimentação da arte e das linguagens contemporâneas.  A classificação indicativa é Livre – indicada para pessoas acima de 3 anos. Acesse as redes do CCBB e site do CCBB Educativo e participe!
     
    Na terça-feira, dia 26/01, às 10h, o Com a Palavra (Digital) – Ivan Serpa Com LACICOR - Laboratório de Ciência da Conservação LACICOR/ CECOR, da Escola de Belas Artes da UFMG, convida a professora do curso de “Conservação - Restauração de Bens Culturais Móveis” e Doutoranda em Patrimônio Cultural, Giulia Vilela Giovani, para abordar sobre a produção artística de Ivan Serpa, tendo como ponto de partida as obras presentes na exposição – “Ivan Serpa - A Expressão do Concreto”, em cartaz no CCBB-BH.
     
    O debate se desenvolve desde a produção de Serpa no período concreto da década de 1950, sua metodologia de trabalho, atuação como professor, pesquisador, experimentador e grande aglutinador do Grupo Frente - RJ (1954-1956), perpassando a temática de técnicas e materiais utilizados pelo artista, até os desafios ligados à conservação- restauração de algumas de suas obras.
     
    O intuito desta iniciativa é proporcionar um conhecimento mais abrangente da produção de Serpa, bem como trazer à tona questões ligadas ao campo da conservação-restauração de obras de arte, que muitas vezes, ficam distanciadas do público.  A classificação indicativa é Livre – indicada para pessoas acima de 10 anos.

    Na programação virtual também tem Processos Compartilhados – “A produção de trailler no Cinema”, com Ricardo Mehedff, diretor, montador e produtor de cinema e de trailes, no dia 28, quinta-feira, às 14 horas. Este encontro é voltado para formação de artistas, educadores, críticos, produtores, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural, para abordar aspectos dos trabalhos de diferentes áreas da indústria cultural. 

    O Processos Compartilhado Trailers para Cinema vai investigar as origens dos Trailers desde a década de 1930 e mostrar ao público como o Trailer evoluiu nos últimos 80 anos, as técnicas usadas para criação e montagem de um Trailer e também um Teaser. Ricardo Mehedff mostrará um pouco sobre sua trajetória nesse ramo, trabalhos realizados em Hollywood na indústria do cinema brasileiro, desde os anos 90.
     
    O conteúdo evidenciará questões técnicas, logísticas ou teóricas relacionadas, por exemplo, à iluminação, sinalização, assessorias, peças gráficas, concepção e atividades educativas. Disponível para 100 participantes e indicado para pessoas acima de 16 anos. Inscrição no site: www.ccbbeducativo.com.
     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.




    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO









#AGENDABAFAFA