ARTE E CULTURA >> Exposição

  • Última semana da exposição Série Piscinas

    Da Redação em 17 de Agosto de 2016    Informar erro
    Local: Paço Imperial
    ENDEREÇO: Praça XV, 48 - Centro
    CONTATO: 21 2215-2093/5231
    DETALHES:

    Até 21/08/2016 - Horário: terça a domingo, das 11h às 19h (excepcionalmente no período Olímpico, o Paço irá abrir uma hora mais cedo, para atender as demandas do evento) | Grátis

    Com curadoria da historiadora e cientista social Vanda Klabin, a mostra “Maritza Caneca | Série Piscinas” apresenta uma seleção inédita de 25 fotografias, em grandes e pequenas dimensões, ampliadas em papel algodão.

    O olhar de Maritza, que começou a carreira como fotógrafa de cinema, está refletido em diferentes equipamentos aquáticos que encontra pelo caminho. Públicas ou não, mas sempre sem a presença humana, as piscinas foram registradas em lugares como Laos, Bangcoc, Vietnã, Camboja, Estados Unidos, Suíça, Itália, Cuba, Israel, além do Rio de Janeiro, lugar em que vive e atua.

    Para realizar o trabalho, a artista aponta suas lentes para ângulos inusitados que oferecem a linha reta e a simetria que compõem sua narrativa. Profundidade, poesia, transparência, quietude e imensidão são algumas das características impressas em seus retratos. “As piscinas de Maritza trazem um território transbordante de vivências e ressignificações. Elas parecem conter episódios de vida, vestígios de memória, um tênue fio entre a presença e a ausência, um curso do tempo que parece suspenso, congelado, atemporal”, observa Vanda Klabin em seu texto curatorial.

    O repertório geográfico é expansivo. Integram a exposição, entre outras obras, uma piscina de vidro, clicada em São Francisco, uma piscina fotografada à noite em Jerusalém, a piscina da casa onde morou Ernest Hemingway, em Havana, o vestiário da Piscina da Universidade de New Orleans e uma piscina de um colégio público no Rio de Janeiro.

    “Todo o meu trabalho tem uma coerência e neste conjunto de piscinas convido o público a mergulhar neste universo particular, fruto da minha pesquisa. Realizar a primeira individual no Paço, com a curadoria da genial Vanda Klabin, é uma grande alegria. Sobretudo durante as Olimpíadas, quando a cidade estará cheia de visitantes e com uma caprichada programação cultural”, comemora Maritza.

    Mais sobre a artista

    Presente em importantes coleções particulares, as fotografias de Maritza Caneca já são conhecidas no circuito da arte internacional, em exposições coletivas na Art Cartagena, Art Copenhagen 2015, Scope Miami Beach 2014 e Scope Basel Suiça 2015. Em maio de 2016, a artista participou de uma coletiva na Bossa Gallery, em Miami. Até o fim do ano, terá obras expostas em feiras e galerias em Copenhagen, Medelin e Miami.

    Seu percurso artístico começa nos anos 80 como fotógrafa de Still em filmagens cinematográficas. Desde então, assinou importantes projetos no cinema e na TV, entre eles “A luz do Tom” (2013), de Nelson Pereira dos Santos; “Carlos Burle Gigantes por Natureza” (2012), de Felipe Jofily; e “Viver com Fé, em Jerusalem”, com Cissa Guimarães, para o GNT. Suas fotos podem ser vistas no Rio de Janeiro, São Paulo, Los Angeles, Barcelona, Genebra e Londres. 


    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      A luz que vela o corpo é a mesma que revela a tela, pintura contemporânea
      Saiba Mais
      Mostra Rio de Esculturas Monumentais
      Saiba Mais
      Orla Conde ganha novos painéis de grafite
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA