ARTE E CULTURA >> Teatro

  • Gabriel só quer ser ele mesmo fala sobre a educação de meninos e meninas

    Da Redação em 03 de Janeiro de 2020    Informar erro
    Local: Sesc Tijuca
    ENDEREÇO: Rua Barão de Mesquita, 539 - Tijuca
    CONTATO: 21 3238-2167
    DETALHES: De 11/01a 16/02/20 | Sáb e dom às 16h | Ingressos: R$ 10, R$ 5 (meia) e R$ 2,50 (associados do Sesc)
    LINK: Clique aqui e visite o site
    O musical infantil Gabriel só quer ser ele mesmo leva à cena uma história que, com leveza e humor, questiona as diferenças na educação de meninos e meninas e as expectativas de pais e professores em relação às crianças
     
    Gabriel é um menino de 8 anos que gosta de dançar balé e escrever poesias, ao mesmo tempo em que joga futebol e toca rock. Mas tem um problema: na escola onde estuda, ele é constantemente desencorajado a fazer atividades consideradas de menina.
     
    Será que o garoto vai desistir de fazer o que gosta para se adequar aos padrões sociais de gênero? 
     
    A trama tem início no aniversário de 9 anos de Gabriel (Paulo Verlings), quando o garoto expõe o medo de que ninguém apareça na sua festa devido aos inúmeros questionamentos feitos durante o ano na escola. A história, então, é contata em flashback, mostrando momentos em que tentaram impor a ele comportamentos baseados em estereótipos de gênero.
     
    A trilha sonora reúne canções originais, com letras de Renata Mizrahi e músicas de Marcelo Rezende. No elenco, estão Paulo Verlings, Aline Carrocino, Marcos França, Nathália Colón, Udylê Procópio e Clara Santhana, que vivem diferentes personagens.
     
    A encenação foca no trabalho dos atores, que se revezam em cena, criando uma dinâmica de jogo e ritmo. As músicas são interpretadas pelo elenco que, além de cantar, toca instrumentos como violão, pandeiro, kazoo, escaleta, tambor grave, castanhola, agogô de côco, chocalho pequeno, ukulele e triângulo. O cenário de Mina Quental foi idealizado em cima cubos coloridos e de acessórios que simbolizam as mudanças de ambientes como o apartamento de Gabriel, a sala de aula e o pátio da escola. 

    Texto: Renata Mizrahi
    Direção: Renata Mizrahi e Priscila Vidca
    Elenco: Aline Carrocino, Marcos França, Paulo Verlings, Nathália Colón, Udylê Procópio e Clara Santhana
    Músicas: Renata Mizrahi e Marcelo Rezende
    Direção musical: Marcelo Rezende
    Foto: Dalton Valério
     
    Lotação: 228 pessoas
    Duração: 50 minutos
    Classificação: Livre.

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      'Volume morto', espetáculo de teatro e dança
      Saiba Mais
      Teatro do Saara - 5 espetáculos a preços populares
      Saiba Mais
      “Escravos” monólogo baseado em Machado de Assis
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

    banner 2B brutinho

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA