MAIS COISAS >> Educação

  • UERJ inaugura Sala de Estudos Japoneses com laboratório multimídia

    Da Redação em 18 de Março de 2024    Informar erro
    UERJ inaugura Sala de Estudos Japoneses com laboratório multimídia

    A comunidade acadêmica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) agora conta com uma moderna Sala de Estudos Japoneses, inaugurada em cerimônia no Salão Nobre da Faculdade de Direito.
     
    O laboratório multimídia, localizado na sala 7.148, bloco F do campus Maracanã, é fruto do convênio firmado entre a Uerj e Governo do Japão, por meio do programa Grant Assistance for Cultural Grassroots Projects.
     
    A partir da doação recebida, o espaço foi reformado e equipado com recursos tecnológicos audiovisuais, videoconferência, cabine de interpretação simultânea e realidade virtual.
     
    A iniciativa, coordenada pelo Setor de Japonês do Instituto de Letras (ILE) e pelo Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD), visa promover a internacionalização da Uerj.
     
    Além do Japão, será possível realizar diversos tipos de eventos online, como apresentação de teses, aulas e seminários, com participantes de outros estados ou países. A sala ainda fomenta a interdisciplinaridade, oferecendo uma perspectiva multiuso para diferentes setores da Universidade.
     
    Em seu discurso, a reitora Gulnar Azevedo e Silva celebrou a inauguração e mencionou os esforços da atual gestão para ampliar a cooperação internacional.
     
    “Esta sala é uma conquista depois de um grande trabalho realizado e representa a parceria com um país amigo, que está junto conosco buscando o desenvolvimento econômico, cultural e científico. A Uerj tem a responsabilidade, não só com o Estado do Rio de Janeiro, mas com o Brasil, de formar e qualificar pessoas, além de possibilitar que nossos alunos façam intercâmbio. Também queremos receber estrangeiros, como os japoneses, e estreitar, cada vez mais, os laços com o Japão e outros países”, afirmou.
     
    A sala também vai abrigar a Cátedra Jica na Uerj, criada após a formalização do acordo com a Japan International Cooperation Agency (Jica), em 2022.
     
    O órgão governamental japonês implementa ações de assistência, contribuindo para o crescimento econômico de mais de 150 países.
     
    “Em 2025, vamos comemorar os 130 anos de estabelecimento das relações diplomáticas entre Japão e Brasil. Desde 1956, oferecemos bolsas para estudantes brasileiros, sendo a Uerj uma das mais contempladas. Espero que esta sala seja um local de estudos e um ambiente profícuo, que promova o intercâmbio cultural e acadêmico entre as duas nações”, disse o cônsul-geral do Japão no Rio de Janeiro, Takashi Manabe. Ele ainda lembrou a doação de mais de 200 livros à Universidade, feita pelo consulado entre 2022 e 2023.
     
    Há mais de duas décadas, a Uerj mantém uma relação produtiva com o país asiático. “Inicialmente, em 1999, foi implantado o Programa Brasil-Japão, na Faculdade de Direito. Depois, foram criados o curso de extensão em Língua Japonesa e, em 2003, a graduação Português-Japonês”, conta a professora Elisa Massae Sasaki, do Instituto de Letras.
     
    “Nesse período, celebramos vários convênios com instituições de ensino, que fizeram uma diferença enorme para os nossos discentes. Estamos muito felizes, pois esta sala é a consagração de todos os esforços empregados ao longo dos últimos anos e também marca o início de um novo ciclo de muito trabalho e colaboração”, conclui.
     
    Fonte: UERJ


    • MAIS COISAS QUE PODEM TE INTERESSAR

      Sesc RJ: oficinas virtuais gratuitas de roteiro e cinema, inscrições abertas
      Saiba Mais
      Inscrições para concurso de Professor na UFRJ/Macaé encerram nesta quinta 09/05
      Saiba Mais
      UFRJ fica com nota máxima na avaliação do ensino superior do MEC
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO