MAIS COISAS >> Entrevistas

  • Geraldo Azevedo: “Faço mais shows durante o São João do que no Carnaval”

    Da Redação em 02 de Agosto de 2019    Informar erro
    Geraldo Azevedo de Amorim nasceu em 1945, em Petrolina, Pernambuco, e aos cinco anos ganhou o seu primeiro violão que aprendeu a tocar sozinho. Com mais de 20 discos gravados é um dos nomes mais importantes da música nordestina unindo ritmos como frevo, xote, forró, baião e maracatu. Entre os seus sucessos, “Dia Branco”, “Táxi Lunar” e “Dona da Minha Cabeça” e muitas parcerias com Zé Ramalho, Alceu Valença e Elba Ramalho.
     
    Em entrevista ao Bafafá, Geraldo Azevedo conta que o calendário junino supera até mesmo o carnaval em shows e apresentações. “Eu faço mais shows durante o São João do que no Carnaval”, garante o artista.
     
    Como explica o fenômeno de público nas festas juninas em todo o Brasil?
    As festas juninas fazem parte da cultura brasileira e é uma comemoração que acontece em todo o país, em especial no nordeste. É uma tradição que vai da infância até a melhor idade, sendo a festa mais democrática do folclore brasileiro. Lembro com muito carinho dos festejos durante a minha infância. Em junho, o vilarejo onde cresci, no interior de Pernambuco, era iluminado pelas fogueiras de São João. Celebrávamos com muita música e dança. 
     
    Depois do carnaval é o evento que mais traz público?
    Com certeza. Eu faço mais shows durante o São João do que no Carnaval. É um mês inteirinho de turnê por diferentes estados. 
     
    “Meus grandes sucessos ganham versões forrozadas”
     
    Como prepara seu repertório para estas ocasiões?
    Meu repertório junino é bastante variado e contempla músicas autorais e clássicos do forró. Meus grandes sucessos ganham versões forrozadas. Há espaço também para canções românticas. 
     
    Qual é o artista mais interpretado neste período junino?
    Certamente Gonzagão e Dominguinhos. 
     
    Nova edição digital do CD "Solo Contigo (Ao Vivo)" está disponível ao público?
    Sim. Acabamos de lançar a versão Deluxe do CD, que traz todas as faixas lançadas no DVD.
     
    E também pelos aplicativos de música?
    A versão Deluxe saiu apenas na internet. 
     
    O que difere a edição digital do CD físico?
    O CD físico tem 14 canções, das 23 lançadas no DVD. A versão Deluxe está completinha. Uma beleza. 
     
    Quais são seus projetos a curto prazo?
    Sigo com a turnê de lançamento do 'Solo Contigo'. Tenho também alguns shows d'O Grande Encontro agendados. 
     
    “Quero gravar um disco de inéditas e terminar o CD de Frevo”
     
    E a longo prazo?
    Quero gravar um disco de inéditas e terminar o CD de Frevo. 
     
    Tem alguma utopia?
    Ver o povo brasileiro vivendo em paz e em harmonia com a natureza. 
     
    Entrevista concedida ao editor do Bafafá Ricardo Rabelo.
    Agosto 2019
     
    Foto: Divulgação
     
     
     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.




    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO









#AGENDABAFAFA