MAIS COISAS >> Jornal Bafafá

  • Cerca de 2 milhões de pessoas no Estado do Rio não tomaram nenhuma dose da vacina contra a Covid

    Da Redação em 23 de Junho de 2022    Informar erro
    Dois milhões de fluminenses aptos a se vacinar contra a Covid ainda não tomaram nem uma dose sequer, alerta a Secretaria Estadual de Saúde (SES-RJ).
     
    Já 1,5 milhão que receberam a primeira dose nunca mais voltaram aos postos.
     
    Todos com 40 anos ou mais já podem tomar a quarta dose (ou o segundo reforço). Mas, segundo a SES-RJ, seis milhões de fluminenses ainda não procuraram as unidades de saúde para concluir a imunização.
     
    Na tarde de quarta-feira (22), a fila de pessoas para a testagem por estar com sintomas de Covid era enorme em vários postos, como no montado no Tijuca Tênis Clube, na Zona Norte do Rio.
     
    De acordo com o jornal O Globo, junho registrou um aumento de 165,47% na quantidade de exames realizados em relação a julho.
     
    Doses em atraso em todo o RJ
    Sem a 4ª dose ou 2º reforço: 6 milhões de pessoas
    Sem a 2ª dose: 1,5 milhão de pessoas
    Sem dose nenhuma: 2 milhões de pessoas
     
    Um levantamento feito pela SES, entre os dias 9 e 10 de junho, mostra que 59% das pessoas internados com Covid não estavam com o esquema vacinal completo. O secretário Alexandre Chieppe reforçou a importância da imunização.
     
    "A circulação agora dessa variante ômicron, nessa nova onda de transmissão, reforça a importância do esquema vacinal completo”, disse.
     
    "Portanto, aqui o alerta de que as pessoas voltem aos postos de vacinação para completar o esquema vacinal contra a Covid. Essa é a principal forma de se proteger contra as formas graves da doença", emendou.
     
    Na capital, desde 10 de junho a média móvel de casos tem apresentado queda, o que pode indicar uma desaceleração da contaminação pela variante da ômicron. No dia 10 eram 3.053 casos registrados, enquanto que no dia 21, eram 1.524 casos.
     
    Na capital, até a noite de quarta-feira (22), na rede SUS:
    Internados: 156 pessoas
    Fila de espera por leito: 29 pessoas
    80% dos internados não tinham completado o esquema vacinal
     
    O infectologista Alberto Chebabo explicou que a contaminação pela variante ômicron tende a desacelerar no Rio. Mas é importante manter o esquema vacinal completo.
     
    "Parece que houve uma parada de subida de casos nessa semana mas a gente precisa ainda confirmar isso. A tendência é que a gente passe a ter agora, nas próximas semanas, uma estabilização de casos e a partir talvez da próxima semana ou daqui duas semanas já o início de uma queda do número de casos", disse o infectologista.
     
    Fonte: G1


    • MAIS COISAS QUE PODEM TE INTERESSAR

      Praça Washington Luís, em Macaé, será reinaugurada após passar por obras de regeneração
      Saiba Mais
      Aeroporto de Cabo Frio tem voos regulares e intensa movimentação de carga e helicópteros
      Saiba Mais
      SAMU ganha bases nas Zonas Oeste e Norte com efetivo 24h
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO