TURISMO >> Comer | Beber

  • Sindicato de Bares e Restaurantes lança manual para a reabertura, confira o documento

    Da Redação em 29 de Junho de 2020    Informar erro
    O Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio está distribuindo aos associados um manual de boas práticas a ser seguido a partir da reabertura no dia 02 de julho. Além do distanciamento entre mesas, várias medidas prometem minimizar a contaminação. A Agenda Bafafá Rio teve acesso ao documento que reproduzimos na íntegra. Confira!
     
    Distanciamento entre mesas
     
    De acordo com a determinação do Governo do Estado do Rio de Janeiro, a distância mínima entre os clientes deve ser de 1metro.
     
    - Já a regra da Prefeitura do município determina que mesas e cadeiras devem ser reorganizadas respeitando o espaçamento mínimo de 2m de distância entre elas.
     
    - Para ambientes fechados, deve-se respeitar a capacidade de 1pessoa/4m2. As mesas/cadeiras devem ser dispostas com distanciamento de 2 metros. Em caso de mesas coletivas, observar capacidade de 50% de ocupação, por mesa (importante observar que as limitações de distanciamento e capacidade de mesa não se aplicam para grupos de convivência).
     
    - Fica proibido aos clientes reposicionar o mobiliário 
     
    - As filas (parte externa e interna) e a entrada devem ser organizadas e controladas pelo responsável do estabelecimento, de forma a respeitar o distanciamento mínimo de 2 metros e a capacidade máxima no ambiente, de acordo com o limite de 1pessoa/4m2. Recomenda-se a marcação do piso com o distanciamento mínimo.
     
    - Sempre que possível, promova e incentive o agendamento prévio para reserva de lugares pelos clientes. 
     
    - Evite aglomerações nos pontos de pagamento. Marque o piso orientando o distanciamento; - Estabelecimentos que tenham elevadores devem controlar a capacidade de forma a conduzir o mínimo de pessoas possível por vez.
     
    Equipes e clientes constantemente informados dos protocolos de saúde e segurança
     
    Equipes e clientes constantemente informados dos protocolos de saúde e segurança.
     
    - Primeiramente, verifique se os seus colaboradores estão aptos para voltar ao trabalho. Aqueles que estiverem com sintomas gripais devem buscar o sistema de saúde antes de reiniciar suas funções.
     
    - A equipe que retornar deve ser treinada e orientada sobre os novos procedimentos. Todos devem lavar as mãos antes e depois de cada atividade, ou higienizar com álcool em gel 70%. Os uniformes devem ser vestidos somente no local de trabalho e EPIS e Máscaras não devem ser compartilhados.
     
    - Oriente sua equipe terceirizada, como entregadores ou manobristas, a usar máscaras, luvas descartáveis e manter distância de 2metros do cliente.
     
    - Mantenha atenção redobrada no contato entre motoristas de fornecedores e funcionários do restaurante durante o recebimento de mercadorias, garantindo o afastamento; - Reforce a sensibilização quanto à etiqueta respiratória em caso de tosse ou espirro.
     
    - Divulgue em pontos estratégicos materiais educativos e outros meios informativos sobre as medidas de prevenção à Covid-19, como das Regras de Ouro da Prefeitura do Rio de Janeiro e a Central 1746.
     
    Mesas, cadeiras, banheiros, entorno do caixa e demais locais onde haja contato físico.
     
    - Reforce a higiene de todas as superfícies como mesas, cadeiras, balcão de pagamento e demais locais onde haja contato físico constante.
     
    - Mantenha o piso sempre limpo e lixeiras providas de tampa e pedal. Atenção para superfícies como corrimões, bandejas, porta-contas, maçanetas, torneiras e itens compartilhados por funcionários (canetas, pranchetas, telefones e similares).
     
    - Se possível use mecanismos automáticos para evitar o contato. 
     
    - As mesas e cadeiras devem ser higienizadas após cada refeição. Recomenda-se a identificação com o aviso “Higienizada”.
     
    - Utilize panos multiuso descartáveis para cada área;
     
    - Pratos, talhares e copos devem ser higienizados com água quente e detergente e os talheres devem ser embalados separadamente. Não deixe talhares e pratos expostos nas 
     
    - Os temperos devem ser disponibilizados em sachês ou porções individuais identificadas; - Toalhas de mesa, guardanapos e jogos americanos de tecido não devem ser utilizadas.
     
    - Recolha materiais que podem ser compartilhados (ex: revistas/ livros).
     
    - Máquinas de pagamento com cartão devem ser cobertas com filme plástico e higienizadas após cada utilização. Deve ser estimulado o pagamento por aproximação do cartão ou por QR Code, para evitar a manipulação da máquina.  
     
    Disponibilização para clientes e funcionários na entrada e nos demais pontos de maior circulação.
     
    - Disponibilize álcool gel ou 70% aos seus clientes na entrada e em pontos estratégicos do estabelecimento.
     
    - Devem ser mantidos dispensadores com álcool gel ou 70% para uso do operador do caixa e clientes que optarem pelo pagamento em cartões ou dinheiro.
     
    - Seus funcionários também devem ter álcool gel disponível, além de serem orientados a lavar as mãos frequentemente.
     
    - Os pontos de água devem sempre estar munidos de sabão líquido, papel toalha não reciclado e lixeira com pedal.
     
    - Fixe cartazes/ adesivos (na altura dos olhos) que reforcem a importância da higienização correta das mãos.
     
    Máscaras e luvas nas situações indicadas pelas autoridades sanitárias
     
    - Todas as recomendações e cuidados presentes nas legislações vigentes devem ser cumpridas. Os estabelecimentos devem fornecer os equipamentos aos seus funcionários.
     
    - Todos os funcionários devem usar máscara, inclusive a equipe da cozinha.
     
    - Os clientes deverão ser orientados a circularem sempre usando máscara e retirá-la somente na mesa para a refeição, e nunca colocando sobre a mesa. O acondicionamento das máscaras deve ser feito em sacos plásticos ou de papel, mantidas guardadas na bolsa ou bolso do cliente. É recomendado que a máscara seja substituída ao término da refeição.
     
    - As máscaras podem ser de qualquer material (máscaras de pano são aceitas, inclusive para funcionários).
     
    - Funcionários da limpeza devem usar EPI completo. 
     
    Redobrar cuidados com protocolos de segurança
     
    - Ao receber mercadorias, dentro ou fora do estabelecimento, mantenha distanciamento de pelo menos 2 metros dos entregadores, sendo proibida a colocação dos produtos diretamente no piso.
     
    - Utilizar máscaras e adotar os protocolos de higienização do transporte, mercadorias e embalagens.
     
    - As mercadorias devem ser higienizadas corretamente de acordo com suas características. Embalagens de não-perecíveis (como tetra pack, latas, garrafas e plásticos rígidos) devem ser lavadas com sabão neutro ou água sanitária (1 parte de água sanitária e 9 partes de água).
     
    - Embalagens mais sensíveis (como arroz, feijão e biscoitos): higienização com álcool 70%. Os descartáveis a serem utilizados (como pratos, formas e caixas) devem ser armazenados adequadamente, em local limpo e seco. Já as frutas, verduras e legumes devem ser imersos por 20 minutos em água sanitária diluída (uma colher de sopa para 1 litro de água) ou produto comercial aprovado, de acordo com as recomendações do fabricante.
     
    - Pré-Preparo e Preparo: antes de iniciar o pré-preparo e o preparo dos alimentos, os colaboradores devem sempre higienizar as mãos corretamente, com frequência adequada que pode ser sinalizada por alarmes temporários ou outra forma adotada pelos responsáveis do estabelecimento. 
     
    Descartáveis, plastificados ou eletrônicos
     
    - Cardápios devem ser produzidos em materiais de fácil limpeza, como plastificação, materiais descartáveis e/ ou disponibilizados em meio virtual para acesso do cliente (materiais usados pelo cliente devem ser higienizados com álcool 70% entre um atendimento e outro).

    Priorizar ventilação natural, limpeza constante de filtros de ar
     
    - Mantenha boa ventilação, com portas e janelas abertas, se possível. Em ambientes climatizados, garanta a manutenção dos aparelhos de ar condicionado, conforme recomendações das legislações vigentes.
     
    Atenção especial em todos os pontos de contato (pratos, talheres, separação de filas, colheres de serviço, álcool e luvas descartáveis)
     
    - Use barreira física adequada no equipamento de bufet, ofereça talheres higienizados em embalagens individuais (ou talheres descartáveis), além de manter os pratos, copos e demais utensílios protegidos.
     
    - O autosserviço (sistema self-service) e as degustações estão proibidas durante o período da pandemia. Esses locais deverão manter uma rotina de distribuição para que o cliente seja servido por um funcionário e se dirija à mesa, sem gerar aglomeração ou cruzamento de fluxo.
     
    - O manuseio da refeição deve ser feito por um funcionário utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários: gorro e máscara.
     
    - Caso seja possível, use organizadores de fila direcionados aos clientes em fluxo obrigatório, seguindo a recomendação de 1 ou 2 metros de distância entre as pessoas. 
     
    Distanciamento, máscaras, manuseio de embalagens, cuidados no pagamento
     
    - Mantenha suas embalagens dos alimentos em locais seguros e protegidos; - As embalagens de transporte devem ser higienizadas a cada uso.
     
    - Os pedidos devem ser lacrados para que não haja risco de violação e contaminação. Recomenda-se sempre o uso de embalagem externa (secundária) para proteção extra da embalagem principal do alimento.
     
    - As embalagens de transporte (térmicas popularmente conhecidas como bags) nunca devem ser colocadas diretamente no chão em nenhum momento, devido aos riscos de contaminação. 
     
    - Entregadores devem utilizar máscaras, devem manter distância mínima de 1 metro do cliente no momento da entrega e a mesma distância dos colaboradores do estabelecimento ou de outros entregadores no local de espera de atendimento.
     
    - Os entregadores devem ter acesso a dispensadores de álcool em gel 70% abastecidos para que possam higienizar as mãos, as máquinas de cartões e bags de transporte. 

    - Incentive o pagamento sem contato físico (com celular, pagamento por aproximação ou outros meios digitais). Em caso de troco em dinheiro, recomendamos que a devolução seja feita em saco plástico para não haver contato com as mãos. E em caso de pagamento por maquininhas, as mesmas devem ser envelopadas com filme plástico e higienizadas com álcool gel 70% a cada uso.

    Medidas a serem adotadas e o que deve ser apresentado
     
    - Realize a troca constante dos elementos filtrantes dos bebedouros, de acordo com as recomendações do fabricante.
     
    - Os bebedouros devem ter certificação dos órgãos competentes.
     
    - Em ambientes com ar-condicionado, o ar deve ser renovado de acordo com o exigido na legislação (27m³/hora/pessoa).
     
    - Caso não haja ar-condicionado, janelas e portas devem ser mantidas abertas. Documentos - Plano de Manutenção, Operação e Controle de Ar-Condicionado (PMOC).
     
    - Comprovante de limpeza de ductos de ar-condicionado anual.
     
    - Laudo da qualidade do ar na validade (semestral).
     
    - Certificado de higienização dos reservatórios de água de consumo (semestral).
     
    - Laudo de potabilidade da água (semestral).
     
    Fonte: Sindrio

     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Restaurante Aurora: ícone carioca faz 121 anos com estilo e vitalidade
      Saiba Mais
      Nova Capela reabre à noite
      Saiba Mais
      Confeitaria Colombo no Forte Copacabana
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA