TURISMO >> Histórias do Rio

  • Itaguaí tem a maior comunidade japonesa do estado do Rio

    Da Redação em 05 de Junho de 2022    Informar erro
    Itaguaí tem a maior comunidade japonesa do estado do Rio

    A comunidade tem até um clube, o Itaguaí Bunka Club, fundado em 1952, famoso pelo seu time de baseball


    A comunidade japonesa em Itaguaí, município na região metropolitana do Rio, conta com 470 famílias e aproximadamente 2.500 pessoas, formada em sua maioria por nikkeis (descendentes), mas alguns são nascidos no Japão.
     
    A cidade tem até data, 1º de junho, comemorativa da chegada dos primeiros imigrantes japoneses em Itaguaí, em 1939.
     
    A partir desta data, imigrantes fugindo da Segunda Guerra Guerra, criaram o Núcleo Agrícola de Itaguai com a chegada das famílias de Kawaguchi, Wada, Okasaki, Kozaki, Hoshina, Takamine, Hatakeyama.
     
    A maioria das famílias veio primeiramente do interior de São Paulo. O local escolhido foi numa área plana extensa, cercada de serras, cortada bem no meio pelo rio Mazomba e por estar situada próximo ao centro de consumo.
     
    Após meio ano de desbravamento das matas, foram plantadas sementes de tomate e como a terra era virgem e fértil, o resultado foi surpreendente com a produção de cerca de 100 caixas de tomate de boa qualidade. 
     
    Terminada a Guerra, muitos imigrantes construíram casas na área urbana de Itaguaí, tornando-se comerciantes com lojas de material de construção, peixarias, quitandas, e até cinema. 
     
    O ensino da língua japonesa foi iniciado em março de 1952, com 18 alunos, na casa do Matsunaga. Com a construção do Kaikan no mesmo ano, as aulas passaram a ser ministradas nesse local.
     
    A comunidade tem até um clube, o Itaguaí Bunka Club, fundado em 1952, famoso pelo seus times de baseball, softball e seus torneios de tênis de mesa.
     
    Curiosamente, nos anos 90, muitos nikkeis chegaram a voltar para o Japão em busca de oportunidades, mas depois do terremoto de 2011, retornaram a Itaguaí onde abriram negócios.
     
    O Brasil é hoje a maior colônia japonesa fora do Japão. São 1,5 milhão de nikkeis, cerca de um milhão deles em São Paulo.
     
    O Rio era lugar de reimigração. Há hoje 23 associações japonesas no estado. A influência foi forte também na Baixada Fluminense.
     
    Fonte: Museu da Imigração Japonesa
    Fotos: MIJ e Itaguaí Bunka Club


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Bondes cariocas vendidos como sucata circulam até hoje nos EUA
      Saiba Mais
      Engov, remédio contra a ressaca, foi inventado pelo cientista Albert Sabin que doou a fórmula a um brasileiro
      Saiba Mais
      Campos tem farol projetado pelo renomado engenheiro francês Gustave Eiffel em 1877
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO