TURISMO >> Histórias do Rio

  • Lampadários do Aterro foram projetados por designer americano autor da iluminação de lugares icônicos de Nova York

    Da Redação em 30 de Novembro de 2020    Informar erro
    Lampadários do Aterro foram projetados por designer americano autor da iluminação de lugares icônicos de Nova York

    O sistema de iluminação do Parque do Flamengo suscitou muitas polêmicas até se chegar à solução ideal. Pelo tamanho do espaço a ser iluminado, a tarefa era complexa. Um dos projetos apresentados previa a instalação de 700 postes de sete metros de altura, o que na opinião de alguns faria o parque parecer um paliteiro.
     
    Na procura da melhor solução  para o problema, a criadora do parque Lotta de Macedo Soares resolveu recorrer a organismos internacionais para buscar os mais gabaritados profissionais da área.
     
    Atendendo à indicação de Reidy, ela escolheu para a elaboração do projeto de iluminação o famoso lighting designer americano Richard Kelly, autor da iluminação do Museu de Arte Moderna de Nova York, do Seagram Building, de três teatros do Lincoln Center e de várias praças públicas nos Estados Unidos, Canadá e Hawai.
     
    Entusiasmado pelo desafio, Kelly projetou postes com 45m de altura, visando que o cone luminoso tombasse não somente sobre as pistas de tráfego, mas sobre o parque, realçando a beleza da vegetação, criando um ambiente de claridade difusa e suave, que permitia ao público passear pelos jardins nas noites de verão.
     
    Esse sistema propiciava aos frequentadores, além da visão de toda a orla da praia, do mar e do Pão-de-Açúcar, manter sua segurança ao caminhar à noite no interior do parque e, também, a dos que optassem por jogar futebol até de madrugada.

    Fabricados pela Postes Cavan S.A., os postes  têm 49m de altura, mas como são enterrados a uma profundidade de 4m, ficam com altura final de 45m. Pesam 18 toneladas cada um e são divididos em três partes, para facilitar o transporte.
     
    Foram projetados com um elevador cujo cabo, que fica em seu interior, é içado por meio de roldanas a fim de permitir a colocação de lâmpadas e facilitar sua manutenção. Ao lado de cada um deles foi instalado um transformador, para reforçar a energia necessária para acender os seis refletores.
     
    Os 45 m de altura de cada poste equivalem a um edifício de 15 andares. A iluminação era feita por seis lâmpadas de vapor de mercúrio com 1.000 watts de potência, oferecidas pela Philips, em homenagem ao IV Centenário do Rio de Janeiro. Elas produziam um raio luminoso de noventa metros de diâmetro.
     
    Cada poste custou Cr$ 7 milhões de cruzeiros, e pela encomenda inicial de 66 exemplares, a Prefeitura pagou Cr$ 462 milhões de cruzeiros.

    Os sessenta primeiros postes, considerados por sua altura os maiores do mundo, em concreto, foram instalados desde o Monumento aos da Segunda Guerra Mundial até a altura da Av. Rui Barbosa.
     
    Eles chegaram ao Parque do Flamengo, em 01 de outubro de 1965, divididos em três partes. O primeiro deles foi montado e instalado no dia 19 de outubro de 1965, pela empresa Estacas Frank com muita dificuldade, em frente ao Hotel Glória, por um guindaste Bucyrus-Erie-38-B e mais 25 operários.

    Batizado por Lotta, que nele quebrou uma garrafa de champanhe, em 20 de outubro, foi iluminado experimentalmente às 19 horas do dia 17 de novembro de 1965, quando o general Mandin ligou suas lâmpadas a vapor de mercúrio.
     
    Em 28 de novembro, 10 postes instalados a 100 m de distância um do outro, foram acesos às 19 horas inaugurando a iluminação do Parque do Flamengo. Essa primeira etapa, que correspondia à instalação e iluminação de 60 postes, de um total de 118, foi concluída em julho de 1967. 
     
    Fotos: Claudio Machado


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Inaugurado em 1872, Canal Campos-Macaé é o segundo canal artificial mais longo do mundo
      Saiba Mais
      Piscina do Raposão, um lugar com muita história em Santa Teresa
      Saiba Mais
      Ziraldo: tesouro nacional admirado por gerações criou coleção de fósforos em 1970
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Comentário do post Paulo:
        Foram apelidados pelos cariocas na época de cotonetes de elefante.

      • Comentário do post Dennis Deffense:
        A participação do light designer Richard Kelly fica na escolha do tipo de lampada que faria a iluminação. os engenheiros da Philips indicaram a nova lampada que teria que ser instalada a 45.00 m de altura. A solução de projeto de um poste com secção delgada e o projeto estrutural do poste são mérito da equipe tecnica da Postes Cavan, sob liderança de Jean Deffense. Portanto o Rio de Janeiro deve se orgulhar não só pelo magnifico resultado luminotécnico, paisagístico e arquitetônico do parque, como pelo feito de engenharia totalmente concebida e executada por empresa brasileira.

      • Comentário do post Anna Maria Gama:
        Iluminação espetacular

      • Comentário do post Evaldo Segreto:
        Foi uma ótima solução, ficou harmonico, não chama a atenção, em razão da altura, por essa razão pode usar menos postes, e cumpri perfeitamente a sua função. Obs. Há muitos anos tinha levado do que os postes tinham 33 m


DIVULGAÇÃO