TURISMO >> Historias do Rio

  • Navio inglês Magdalena partiu em dois na Baía de Guanabara em 1949

    Da Redação em 17 de Janeiro de 2021    Informar erro
    A data era 26 de abril de 1949. O navio a vapor inglês Magdalena, em sua viagem inaugural, partiu-se em dois pedaços na entrada da Baía da Guanabara. Tudo começou pouco antes quando a embarcação trepou na laje da Ilhas Tijuca, na Barra, e ficou preso. 
     
    Durante o acidente, o Magdalena utilizou os botes salva-vidas e recebeu socorro de outras embarcações para resgatar os passageiros e parte da carga para aliviar o peso.
     
    Com a maré cheia do dia seguinte, o navio reflutuou e ao se dirigir ao Porto para reparos, na entrada da Baía de Guanabara, simplesmente partiu-se em dois. A proa do navio submergiu e a popa boiou e encalhou na praia de Imbuí em Niterói. Posteriormente ela foi salva e desmontada.
     
    Durante vários dias objetos do navio eram encontrados flutuando, inclusive garrafas de champanhe. Algumas peças do Magdalena são vendidas até hoje em feiras de antiguidades e leilões, ou decoram os salões do Jurujuba Iate Clube, em Niterói. As máquinas do navio foram vendidas e usadas como termoelétricas na cidade de Manaus, Amazonas. 
     
    Especialistas em mergulho estimam que são pelo menos 48 embarcações afundadas na Baía de Guanabara. 
     
     
     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.




    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

    Banner Pets

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO









#AGENDABAFAFA