TURISMO >> Roteiros

  • Pouso da Cajaíba, paraíso isolado da civilização em Paraty, sem luz elétrica, só acessível por barco

    Da Redação em 08 de Outubro de 2021    Informar erro
    Local: Pouso da Cajaíba
    ENDEREÇO: Paraty Ver mapa
    DETALHES: Verifique as condições sanitárias do município antes de viajar
    LINK: Clique aqui e visite o site
    Pouso da Cajaíba é uma vila de pescadores no município de Paraty. Isolada da civilização, fica dentro de uma região totalmente preservada na Reserva Ecológica da Juatinga. Sem energia elétrica, o vilarejo toca o dia a dia à base de geradores, velas e gelo.
     
    Um lugar com muitas praias, trilhas, cachoeiras e florestas. Para chegar é necessário pegar um barco que parte de Paraty ou Paraty Mirim. São cerca de 50 minutos de viagem que valem a pena.
     
    Para hospedagem existem casas de aluguel e campings e para comer algumas pensões com pratos feitos de peixe "dos deuses".
     
    As principais atrações são feitas por trilhas, portanto um bom calçado é fundamental. Não esqueça o protetor solar e repelente. 
     
    O que fazer:
     
    Praia do Pouso da Cajaíba - É a praia que possui mais infra-estrutura apesar de ser uma das menores, com pouco mais de 300 metros de extensão. 
    Só se chega a ela de barco, o que torna o lugar um ótimo refúgio para quem busca tranquilidade. Suas águas calmas e de cor esverdeada, são boas para a prática do mergulho. A praia de Pouso não é das melhores e, por isso, vale a pena comer por ali e depois seguir para outro lugar.
     
    Sumaca - Praia selvagem e intocada de apenas 150 metros de extensão. Chega-se lá de barco e depois uma trilha de aproximadamente 40 minutos. A praia é linda e quase sem ondas. Só existe um restaurante, que serve PF farto e gostoso. A Sumaca está próxima à Praia de Martim de Sá.
     
    Calhaus - Praia deserta com muitas pedras no mar. Por seu difícil acesso e pouca infraestrutura é recomendada para aqueles que gostam de um contato mais direto com a natureza. Fica próxima a Itaóca.

    Itaóca - Sem infraestrutura e praticamente intocada, esta praia fica próxima a Calhaus e também merece ser visitada.

    Praia Grande da Cajaíba - É uma praia de águas claras e areia fina e amarelada. Os córregos da Praia Grande e da Espia se encontram com o rio da Itaóca, desaguando no meio da praia e formando uma lagoa.
    No pequeno vale formado entre a praia e a montanha existem algumas poucas casas de pescadores. No lado direito da praia, junto a um bar de bambu que abre esporadicamente, há uma pequena trilha que leva a duas lindas cachoeiras com queda d’água que terminam num poço.
    O acesso é feito por barco e leva duas horas ou por trilha de 30 minutos a partir da praia do Pouso. A praia é uma das mais badaladas e conta com alguns restaurantes que agradam aos que querem comer e também ao pessoal que prefere relaxar tomando uma cervejinha.
     
    Martim de Sá - Deserta e selvagem, esta praia tem cerca de 450 metros de extensão. A maneira mais fácil de chegar é a partir de Cajaíba. Possui boas ondas para a prática do surf, e uma cachoeira nas proximidades.
    Fica próxima à praia de Sumaca. Existe apenas um camping no local pertencente ao famoso pescador nativo, Seu Maneco. A energia elétrica é fornecida através de gerador e só funciona até às 22:00h. A venda de bebida alcoólica é proibida no local. Se chegar à praia pela manhã, vá atrás das tartarugas marinhas pois é ali que elas se refugiam.

    Toca do Carro - Esta pequena praia é uma ótima opção para os que preferem praias menos movimentadas, e mar tranquilo, bom para nadar. Por não contar com infraestrutura, é recomendável que o visitante leve alimentos e bebidas.

    Ipanema - Praia tranqüila e com uma pequena comunidade. No local há um poço de água doce ideal para se refrescar.
     
    Observação: O local não tem farmácias, caixa eletrônicos e pagamentos só em dinheiro.
     
    Fonte: Wikirio
    Fotos: Facebook: pcajaiba
     
    Leia mais:
     


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Pico da Caixa do Fósforo, um monólito gigante que desafia a gravidade em Friburgo
      Saiba Mais
      Aldeia Velha, distrito de Silva Jardim, paraíso ecológico com muitas cachoeiras
      Saiba Mais
      Paraty, a cidade esquecida durante 100 anos virou destino turístico na década de 70
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO