TURISMO >> Roteiros

  • Visconde de Mauá: gastronomia e hospedagem excelentes no meio da montanha

    Da Redação em 08 de Outubro de 2021    Informar erro
    Visconde de Mauá é um povoado do município de Resende, no sul fluminense, com partes da sua zona urbana estendendo-se também aos municípios de Itatiaia e Bocaina de Minas, este último já no estado de Minas Gerais.
     
    A Região fica situada na parte alta da Serra da Mantiqueira a aproximadamente 1200 metros de altitude e faz divisa com o Parque Nacional do Itatiaia. Com pouco mais de 5.000 habitantes a principal fonte de renda da região é o turismo local dispondo de mais de 150 opções de hospedagem, e muitas opções de lazer.
     
    De forma mais ampla, o nome Visconde de Mauá é atribuído ao conjunto das vilas de Mauá, Maringá e Maromba, e seus diversos vales, como o Vale das Cruzes, Alcantilado, Pavão e Grama.
     
    Destaque para dezenas de restaurantes, alguns especializados em trutas e receitas à base de pinhão.
     
    Em 28 de Dezembro de 2009 o Governo do Estado do Rio de Janeiro assinou o contrato de R$ 49 milhões para converter a RJ-163, a estrada de acesso a Visconde de Mauá, e a RJ-151 (que beira o Rio preto na região de Mauá) na primeira Estrada Parque do Estado do Rio de Janeiro. 
     
    A estrada parque que era de terra ganhou asfalto, mas observa conceitos ecológicos, tais como “zoopassagens” subterrâneas (um funil formado por suportes metálicos e telas plásticas, com 60 cm de altura, para orientar os animais para a travessia segura), "zoopassagens” aéreas (projetadas para permitir o fluxo de animais que se movimentam pelas árvores), velocidade máxima de 40 km/h, asfalto de baixo ruído.
     
    O nome Visconde de Mauá homenageia Irineu Evangelista de Sousa, barão e depois visconde, que recebeu as terras da região em 1870, como concessão do governo imperial para exploração de madeira, que seria transformada em carvão vegetal.
     
    Em 1889, ainda no Império, seu filho, Henrique Irineu de Souza, instalou nas terras um núcleo colonial, formado por famílias de imigrantes europeus. A iniciativa fracassou e a maior parte dos colonos retornou aos países de origem.
     
    Em 1908 o governo federal compra as terras de Henrique e cria o Núcleo Colonial Visconde de Mauá, segunda tentativa de receber colonos europeus. Este núcleo acaba extinto em 1916.
     
    Algumas famílias alemãs permaneceram em Visconde de Mauá e, a partir da década de 1930, começaram a receber parentes e amigos vindos da Europa, iniciando a atividade turística na região.
     
    A região tem verões amenos e invernos frios e secos. No inverno, de junho a agosto, a temperatura pode variar de -8 a 13 °C. O verão apresenta chuvas com frequência, principalmente chuvas vespertinas, com temperatura variando de 8 a 27 °C. 
     
    A menor temperatura já registrada na cidade foi de -13 °C, onde no mesmo dia no Pico das Agulhas Negras teve a terceira maior nevasca já registrada no Brasil e registro de -15 °C.
     
    A região de Visconde de Mauá possibilita passeios incríveis. É possível contratar um passeio de 4x4 ou seguir em carro próprio, porém com cautela pois muitas regiões são estrada de terra, de difícil acesso por meio de carro baixo.
     
    As cachoeiras mais limpas, mais bonitas, e mais famosas se encontram acima da Vila de Maromba, antes da chegada do Rio Preto.
     
    Em Maromba, Itatiaia - RJ:
    Cachoeira do Escorrega
    Cachoeira do Escorrega 
    Cachoeira do Véu da Noiva
    Cachoeira do Véu da Noiva 
    Poção da Maromba
    Poção da Maromba 
     
    Em Visconde de Mauá, Resende - RJ:
    Pedra Selada 
    Cachoeira da Fumaça
    Partindo de Visconde de Mauá, por meio de estrada de terra, encontram-se diversos atrativos naturais nos distritos dos municípios vizinhos a Resende:
     
    Em Maringá, Vale das Flores, Mirantão e Bocaina de Minas - MG:
    Cachoeiras do Alcantilado
    Parque Corredeiras
    Museu Duas Rodas
    Cachoeiras da Prata
    Cachoeira do Rio Grande
    Cachoeira do Paiol
    Cachoeira da Saudade
     
    Em Maringá, Itatiaia - RJ:
    Poço do Marimbondo 
     
    Acesso
     
    Partindo do Rio de Janeiro
     
    Carro: Siga pela Via Dutra (BR-116) em direção a São Paulo. 6 quilômetros depois de passar por Resende, há uma saída à direita para Visconde de Mauá e Penedo (saída 311), que se bifurca adiante, com o acesso a Penedo à esquerda e a RJ-163 (acesso a Visconde de Mauá) à direita. Siga pela RJ-163, por aproximadamente 34 quilômetros até chegar a Visconde de Mauá. O trecho final de 15 km já é asfaltado, mas recomenda-se prudência em dias de chuva (ver acima).Veja como chegar em Visconde de Mauá
     
    Ônibus: Viação trel
     
    Partindo de São Paulo
     
    Carro: seguir pela Via Dutra em direção ao Rio e cerca de 5 km após passar por Itatiaia e antes de chegar a Resende, há uma saída para Visconde de Mauá e Penedo (saída 311). A partir dai, seguir as direções sob "Partindo do Rio", acima, a partir do ponto que sai da Rodovia Dutra.
     
    Ônibus: na Rodoviária do Tietê, a Cometa possui diversas linhas diárias para Resende. As linhas operadas pela Autoviação Resendense, tal como a das sextas-feiras às 23h diretamente para Maromba foram desativada há alguns anos. Em Resende, no terminal rodoshopping Graal, há ônibus convencionais para Visconde de Mauá e Maromba, das empresas São Miguel e Resendense.
     
    Distâncias
    Rio de Janeiro: 200 quilômetros
    São Paulo: 300 quilômetros
     
    Fonte: Wikipédia


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Vem Viver Espraiado, circuito de turismo rural, um encanto em Maricá
      Saiba Mais
      Parque Estadual da Lagoa do Açu, um lugar encantador no norte fluminense
      Saiba Mais
      Búzios: 59 eventos até o final do ano, prefeito diz que a cidade será a mais badalada do Brasil
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Comentário do post GILBERTO B PEREIRA:
        BOM DIA !! amigos estive ai a trabalho, fiquei três dias numa pousada , gente vou te falar que lugar maravilhoso , que clima gostoso, fui muito bem recebido, e o cafe da manha e muito gostoso , pretendo voltar com minha namorada desta vez, para curtimos juntinhos estas maravilhas de Paraíso recomendo .

      • Comentário do post Luiza de fatima cruz de Moraes:
        Amo este lugar... "terra dos Gnomos"... Um paraíso!!

      • Comentário do post Robson Moura Fernandes:
        Lugar muito lindo e clima Europeu. Esse mês com certeza vou dar uma acampada no sítio vale das cachoeiras! O melhor de alcantilado


DIVULGAÇÃO