MAIS COISAS >> Jornal Bafafá

  • Campeão olímpico húngaro anti-vacina morre de Covid

    Da Redação em 28 de Janeiro de 2022    Informar erro
    O ex-ginasta húngaro Szilveszter Csollany, bicampeão olímpico, morreu aos 51 anos em consequência da Covid-19, anunciaram as autoridades esportivas do país centro-europeu.
     
    Csollany compartilhava publicações antivacina em sua página no Facebook e recusava a se vacinar contra a Covid-19. No entanto, para poder continuar com seu trabalho de treinador, em contato com crianças, ele recebeu uma dose do imunizante pouco antes de adoecer, informou o jornal “Blikk”, o que significa que ele ainda não havia desenvolvido um nível suficiente de anticorpos.
     
    O ex-ginasta contagiou-se com o coronavírus no começo de dezembro e foi hospitalizado em Budapeste em estado grave, precisando de assistência respiratória por várias semanas.
     
    Campeão europeu em 1998, conquistou a prata nos Jogos de Atlanta-1996, antes de faturar o ouro em Sydney-2000, sempre nas argolas.
     
    Durante sua carreira, Csollany ganhou mais de uma dezena de medalhas em competições internacionais. Após se aposentar em 2003, ele se tornou treinador e trabalhava em um pequeno clube austríaco.
     
     


    • MAIS COISAS QUE PODEM TE INTERESSAR

      Rio assina convênio para criação de Rede de Cidades Antirracistas
      Saiba Mais
      Cerca de 2 milhões de pessoas no Estado do Rio não tomaram nenhuma dose da vacina contra a Covid
      Saiba Mais
      Cinema Icaraí, em Niterói, vai ser restaurado para abrigar espaço cultural
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO