ARTE E CULTURA >> Evento

  • Atravecar e Escurecer: MAR vai hastear sua nova bandeira amanhã com sarau poético

    Da Redação em 13 de Maio de 2022    Informar erro
    Local: Museu de Arte do Rio – MAR
    ENDEREÇO: Praça Mauá, 5 – Centro
    DATA : 14/05/2022 HORA : 14h
    Atravecar e Escurecer é o tema da nova bandeira do Museu de Arte do Rio que será hasteada neste sábado, dia 14.
     
    Criada pela artista trans Guilhermina Augusti, a nova bandeira traz elementos geométricos que mostram um pouco da sua ancestralidade negra e referências de importantes artistas brasileiros como Abdias Nascimento e Rubens Valentim.
     
    “Quando penso na bandeira hasteada no MAR com duas fortes palavras que são atravecar e escurecer nesse Rio de Janeiro que vivemos, ela comunica muita coisa. Seja no sentido estético, político e ético. Ela se comunica com muita gente. Ela toca e é tocada em amplo sentido. Penso na capacidade imaginativa de ver novas imagens conjurando vidas a quem sempre teve símbolos espalhados pela cidade, que nos prendiam à nossa subtração. Então, quando penso na bandeira, penso em vida. Uma grande imagem de 5 metros que está ali evocando como uma flecha, uma abertura para algo novo que deve ser construído” .
     
    Guilhermina Augusti é uma artista plástica, estudante de filosofia e audiovisual. Seus trabalhos desenvolvidos têm como processo de pesquisa, criação, execução e registros. Essas interações também se envolvem com um campo teórico conceitual de criação de algumas palavras/conceitos, como proposta do que essas palavras significam e ressignificam como pretosfera, atravecar, transmaterialidade. A filosofia aparece não só no campo conceitual como em todo o trabalho prático, já que ambas as coisas se mesclam e não são separadas de forma binária.
     
    “As bandeiras do Museu são bandeiras de posicionamento em relação às questões sociais. Já tivemos uma artista negra, Sõnia Gomes; um artista indigena, Xadalu; e agora teremos uma artista trans, Guilermina Augusti, que coloca duas palavras que são dois questionamentos e ao mesmo tempo urgências sociais, que são palavras que nos colocam a responsabilidade de ter mais artistas trans representadas nas coleções do museu e nas exposições e artistas negros, negras e negres na coleção e nas exposições do MAR, e também na presença dessas pessoas no próprio museu” ressalta Marcelo Campos, curador-chefe do MAR.
     
    Para comemorar o hasteamento da bandeira, o Sarau Poético "Atravecar Escurecer" vai contar com a apresentação "Imunização Poética", do coletivo Slam das Minas e Batalha Vogue - IRREALISMO BALL.
     
    A artista Guilhermina Augusti e o curador-chefe do MAR, Marcelo Campos estarão presentes.
     
     

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Ostrascycle: evento de motociclistas terá Biquini Cavadão e Barão Vermelho
      Saiba Mais
      Projeto Ocupação EntrEspaços no Teatro Cacilda Becker
      Saiba Mais
      BioParque do Rio promove a primeira edição da Colônia de Férias
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO