MAIS COISAS >> Jornal Bafafá

  • Profissionais do complexo de saúde da Uerj que atuam na linha de frente da Covid-19 começam a ser vacinados

    Da Redação em 21 de Janeiro de 2021    Informar erro
    Profissionais do complexo de saúde da Uerj que atuam na linha de frente da Covid-19 começam a ser vacinados

    Márcio Bóia, 70 anos, infectologista do setor de Doenças Infecto Parasitárias (DIP) e Gabriela Paloquino de Oliveira, 32, a enfermeira do CTI Covid-2 do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe), foram os primeiros a serem vacinados contra a #Covid-19 entre os 850 trabalhadores do complexo de saúde da Uerj, que receberão a primeira dose nesta etapa inicial de imunização no Rio de Janeiro. 
     
    Na Policlínica Piquet Carneiro (PPC), a emoção da pneumologista Anamelia Costa Faria, 47, e da técnica de laboratório Renata Oliveira, 31, coordenadora da área de testagem da Covid-19, não foi diferente. Sentir a pequena agulha no braço, na manhã desta de quinta-feira (21), representou a injeção de esperança tão aguardada por todos aqueles que estão, desde março, atuando na linha de frente no combate à doença. 
     
    Tanto Hupe como PPC têm desempenhado papel de destaque desde o início da pandemia, seja como referência no atendimento direto aos pacientes ou como polo de testagem da doença.  
     
    Um público, que desde o início da pandemia, já atendeu a milhares de pacientes que passaram por setores como CTI, enfermarias, UTI pediátrica e triagem respiratória. 
     
    O processo de vacinação pretende atingir, em um primeiro momento, 700 profissionais do Hupe e 150 da PPC. A vacina utilizada é a Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan em parceria com a indústria Sinovac. O imunizante será ministrado em duas doses com intervalo de até 28 dias entre elas. 
     
    A imunização no hospital está a cargo do Departamento de Segurança e Saúde no Trabalho da (Dessaude), da Superintendência de Gestão de Pessoas da Uerj (SGP), que fará a entrega diária das doses da vacina e a sua aplicação no hospital. Todo essa logística e operacionalização, está sendo desenvolvida em parceria com o Serviço de Treinamento e Avaliação de Enfermagem, da Coordenadoria de Enfermagem do Hupe.
     
    Já na PPC, a aplicação está sendo feita pela Coordenação de Enfermagem da unidade. A prioridade será para os profissionais que atuam na realização dos testes de detecção do coronavírus. De março até hoje, foram mais de 50 mil testes aplicados pela unidade, tanto na comunidade uerjiana como nos profissionais de saúde do Rio de Janeiro.
     


    • MAIS COISAS QUE PODEM TE INTERESSAR

      Orla de São Francisco, em Niterói, ganha "banho de luz" com 100 novas luminárias LED
      Saiba Mais
      Festa de Literatura e Cultura (FLIC) de Rio das Ostras é reconhecida como Patrimônio Imaterial do Estado do Rio
      Saiba Mais
      Inspirado em jardim de Singapura, Parque Realengo Susana Naspolini é inaugurado
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO