TURISMO >> Bairros

  • Urca: charme e vista cinematográfica do Rio encantam cariocas e turistas

    Da Redação em 17 de Março de 2022    Informar erro
    Apesar da cidade do Rio de Janeiro ter começado no século XVI junto à Fortaleza de São João, a Urca só virou bairro como o aterramento de parte da Baía de Guanabara em 1922. O mar deu vez a duas ruas principais com casas no estilo europeu, algumas existentes até hoje, e posteriormente a pequenos edifícios. O nome teria origem na abreviatura da empreiteira Urbanizadora Carioca – Urca – que construiu o bairro.
     
    Inicialmente projetado como hotel Balneário, na Praia da Urca, a partir de 1933 se torna o Cassino da Urca. Além de jogos, sediava shows antológicos com artistas nacionais e internacionais, inclusive Carmem Miranda. Em 1946, o cassino fecha as portas com a proibição dos jogos de azer no país.
     
    Posteriormente abrigou os estúdios da extinta TV Tupi até o início dos anos 80. Depois de mais de 30 anos de abandono, o prédio abrigava o IED – Instituto Europeu di Design, uma conceituada escola italiana de design. Recentemente, a concessão não foi renovada e a instituição está de mudança do local.
     
    Até hoje, a Urca é dos bairros mais sofisticados do Rio e seus imóveis são caros e muito disputados. Para alugar um apartamento só mesmo com a indicação de algum morador. O mais ilustre deles é o cantor Roberto Carlos.
     
    Por abrigar instalações militares, a Urca apresenta relativa segurança em parte por possuir apenas uma entrada e uma saída.
     
    O grande charme do bairro é sua extensa mureta à beira mar. Aos finais de semana, fica lotada de pessoas que aproveitam para curtir o lindo visual da Baía de Guanabara. Pede-se ao público para respeitar os moradores e não jogar lixo no chão nem urinar nas vias públicas.
     
    Entre os destaques gastronômicos, o tradicional Bar Urca e sua imperdível empadinha e o Bar Urca Grill, conhecido como Pobreta, preferido dos jovens.
     
    Junto à Praia da Urca, destaque para os restaurantes Garota da Urca, Belmonte, Canal 6, Julius Brasserie.
     
    Outra opção é agendar uma visita à Fortaleza de São João. Soldados do exército bilíngues contam a história do forte que é marco de fundação da Cidade do Rio de Janeiro.
     
    Imperdível ainda é passear pela Pista Cláudio Coutinho, com acesso pela Praia Vermelha. Com 1.250 metros de extensão, é ótimo para caminhadas, corridas, fotografias, passear e curtir a natureza. Por ser fácil, arborizado e seguro, é frequentado por pessoas de todas as idades, inclusive com carrinhos de bebês e cadeirantes. Dá ainda acesso à trilha que leva ao Morro da Urca.
     
    O lugar mais famoso da Urca, sem dúvida, é o Bondinho do Pão de Açúcar logo na entrada do bairro.
     
    Passear pela Urca é uma dádiva. Um roteiro maravilhoso, digno de cinema. Palavra do Bafafá!
     


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Panorama Palace, o hotel de luxo que nunca inaugurou em Ipanema
      Saiba Mais
      Tubiacanga, um dos bairros menos conhecidos do Rio, na pontinha da Ilha do Governador
      Saiba Mais
      Hotel Monte Castelo na Glória está a venda
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Comentário do post Alberto José Cardoso:
        O nome do bairro vem de Urca, um tipo de embarcação utilizada para transportar os pães de açúcar para refino nos Países Baixos.

      • Comentário do post Haroldo Folly Barradas:
        Excelente. Gosto muito da Urca,.É um bairro espetacular e tranquilo., além da vista maravilhosa.


DIVULGAÇÃO