TURISMO >> Histórias do Rio

  • Pão de Açúcar chegou a ser cotado para a construção do Cristo Redentor

    Da Redação em 27 de Maio de 2021    Informar erro
    A construção do Cristo Redentor começou a ser planejada em 1921 e inicialmente chegou a ser pensado dele ficar no topo do Pão de Açúcar. A vontade de integrar a obra à natureza, porém, favoreceu o morro do Corcovado, cercado de Mata Atlântica.
     
    O projeto foi escolhido a partir de um concurso nacional vencido por Heitor da Silva Costa e a verba arrecadada numa campanha nacional junto aos fiéis católicos. Custou o equivalente a US$ 3 milhões. 
     
    A escultura foi feita na França pelo escultor francês Paul Landowski – pois acreditava-se, na época, que profissionais brasileiros não teriam experiência para executar a obra. A estrutura foi feita em concreto armado com uma altura de 30 metros. 
     
    A estátua foi trazida para o Brasil em pedaços. Só a cabeça era composta por 50 peças e cada uma das mãos media 3,2 metros de comprimento. Para levar esses objetos gigantes ao alto do Corcovado, foi usado o trem do Corcovado. O revestimento foi feito com pastilhas de pedra-sabão, material resistente às variações de temperaturas. 
     
    A cerimônia de inauguração da estátua, em dia 12 de outubro de 1931, contou com a presença do então presidente Getúlio Vargas em uma grande cerimônia.
     
    Em 2012, a UNESCO considerou o Cristo Redentor como parte da paisagem do Rio de Janeiro incluída na lista de Patrimônios da Humanidade.
     
     


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Estrangeiros deram origem a vários bairros no Rio no século XIX
      Saiba Mais
      O mistério da Pedra Santa, rocha tinha formato de rosto na Lagoa Rodrigo de Freitas
      Saiba Mais
      Syn De Conde, o galã brasileiro que conquistou Hollywood no início do cinema
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO