TURISMO >> Passeios

  • Rio ganha Museu da História e Cultura Afro-Brasileira

    Da Redação em 24 de Novembro de 2021    Informar erro
    Local: Museu da História e Cultura Afro-Brasileira (Centro Cultural José Bonifácio)
    ENDEREÇO: Rua Pedro Ernesto 80, Gamboa
    DETALHES:  Quinta a sábado, das 10h às 16h. Grátis
    O Museu da História e Cultura Afro-Brasileira (Muhcab). Vizinho ao Cais do Valongo, na Gamboa, o espaço fica  localizado no prédio do Centro Cultural José Bonifácio e é um dos 15 pontos de memória que compõem a Pequena África, na Região Portuária.
     
    O Museu foi criado em 2017, via decreto, mas nunca tinha sido aberto ao público. Na época, o Muhcab foi idealizado para ser um braço do centro de interpretação que ainda será criado para catalogar o acervo arqueológico encontrado naquela região.
     
    Foi definido como um museu de tipologia híbrida: museu de território, museu a céu aberto, museu de responsabilidade social e museu histórico. Está situado na Pequena África, região com papel fundamental no resgate, na preservação e revitalização da memória afro-brasileira e que tem como marco zero o Cais do Valongo.
     
    No equipamento, o público terá a chance de conferir algumas das obras do acervo, que guarda aproximadamente 2,5 mil itens, entre pinturas, esculturas e fotografias, além de trabalhos de artistas plásticos contemporâneos, que dialogam com o espaço. Por ser um museu de território, as edificações e os elementos urbanos também são catalogados como acervo.
     
    A atual gestão da Secretaria Municipal de Cultura executou a limpeza e o restauro das calhas para impedir vazamentos. As peças passaram por higienização, algumas também por pequenos restauros e ou ganharam uma nova moldura.
     
    – O museu tem muitas obras que, a partir de agora, vão passar  por um tratamento de maior cuidado e carinho. Além da visitação do acervo, as pessoas vão poder fazer oficinas de teatro e percussão. É emocionante e uma alegria enorme reabrir esse espaço porque eu frequentei muito essa casa nos anos 90, quando ainda era um centro cultural. Esse museu tem muita importância para o movimento negro – contou o diretor-geral do Muhcab,  Leandro Santanna.
     
    Em maio deste ano, o Muhcab ganhou um site (rio.rj.gov.br/web/muhcab), fruto de uma cooperação internacional da Prefeitura do Rio com a Unesco, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com o projeto Territórios Negros.
     
    O Centro Cultural José Bonifácio foi restaurado em 2013, na primeira gestão do prefeito Eduardo Paes. Fundado em 1877 por Dom Pedro II como a primeira escola pública da América Latina, o palacete faz parte do Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana.  
     
    Fonte: Prefeitura do Rio
    Fotos: Facebook do Muhcab


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Black Friday: Bondinho Pão de Açúcar com ingresso a R$ 39,90
      Saiba Mais
      Real Gabinete Português de Leitura está entre as mais bonitas do mundo, segundo a Revista Time
      Saiba Mais
      Jockey Club Brasileiro, uma pequena cidade dentro do Rio de Janeiro
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

DIVULGAÇÃO