MAIS COISAS >> Jornal Bafafa

  • Unicamp implanta ônibus elétrico no interior do Campus

    Da Redação em 16 de Setembro de 2020    Informar erro
    A Unicamp lança mais uma inovação que amplia as ações de sustentabilidade no dia-a-dia da Universidade. Entrou em operação o primeiro ônibus elétrico que passa a compor a frota dos circulares internos da Diretoria de Serviços de Transporte (Unitransp).
     
    Financiado pela CPFL Energia e produzido pela empresa BYD de Campinas, o veículo será alimentado com energia elétrica fotovoltaica produzida no próprio campus. Ele conta com carroceria de piso baixo, três portas e sistema completo de acessibilidade, com espaço reservado para passageiros cadeirantes.
     
    A expectativa é de que, ainda no segundo semestre de 2020, o ônibus possa atender a comunidade operando em até três turnos.
     
    O lançamento do ônibus elétrico ocorre como parte da execução do projeto Laboratório Vivo de Mobilidade Elétrica, que é uma das iniciativas do Projeto Campus Sustentável. Ele é gerenciado e recebe suportes necessários por meio do Escritório de Projetos Especiais, vinculado à Coordenadoria Geral da Universidade (CGU), coordenado pelo professor Luiz Carlos Pereira da Silva.
     
    O Campus Sustentável teve início em agosto de 2017 a partir de uma parceria entre a Unicamp e a CPFL Energia, dentro de uma chamada por projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) lançado a universidades do país pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), e tem a meta de promover a economia de energia na Universidade e realizar ações integradas de pesquisa e inovação em sustentabilidade.
     
    "Nossa ideia era plantar uma semente visando à sustentabilidade no campus. O projeto começa com essa oportunidade, via ANEEL e CPFL, mais voltado à energia elétrica, mas nossa ideia é juntar diversas iniciativas em outros setores, como a gestão de águas e de resíduos", explica Madson Cortes, professor da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC) e coordenador do Laboratório Vivo de Mobilidade Elétrica.

    O Projeto Campus Sustentável conta com outras frentes, como a substituição de equipamentos antigos por novos, que consomem menos energia elétrica, a gestão do consumo energético dos edifícios incorporando recursos de internet das coisas (IoT) e a instalação de unidades produtoras de energia fotovoltaica em pontos do campus, como o telhado do Ginásio Multidisciplinar da Unicamp (GMU).
     
    Atualmente, as unidades fotovoltaicas instaladas no campus têm a capacidade de 534 kWp (Quilowatts-pico). De acordo com Madson, o valor permite a operação do ônibus sem a necessidade de recorrer a outras fontes de energia elétrica. "A bateria do nosso ônibus elétrico tem capacidade de 324 kWh. Com a energia fotovoltaica gerada no campus, seria possível abastecer uma frota de circulares internos composta exclusivamente por ônibus elétricos com uma recarga completa todos os dias úteis do ano.
     
    Com isso, seria possível eliminar completamente o consumo de combustíveis fósseis nos circulares internos do campus", avalia.

    Fonte: Unicamp

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.




    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA