TURISMO >> Historias do Rio

  • Inaugurado em 1936, aeroporto Santos Dumont foi construído sobre um aterro

    Da Redação em 21 de Março de 2021    Informar erro
    Inaugurado em 1936, o projeto do Aeroporto Santos Dumont foi resultado de um concurso realizado pelo Ministério da Aeronáutica e cujo vencedores foram os arquitetos Marcelo Roberto e Milton Roberto.
     
    Ele foi construído sobre um aterro na Baia de Guanabara com entulho do desmanche do Morro do Castelo na década de 30. As obras demoraram por conta das dificuldades econômicas resultantes da Segunda Guerra Mundial e o terminal de passageiros só ficou pronto em 1945. É considerado o aeroporto mais próximo de um centro urbano do Brasil e, curiosamente, tem três lados voltados para a Baía de Guanabara.

    Internamente, possui ótima circulação e funcionalidade, e, apesar de projetado numa época em que não existiam nem o radar e a aviação à jato, o Santos Dumont se adaptou sem dificuldades à nova tecnologia.

    Possui em seu interior dois painéis em afrescos homenageando os pioneiros da aviação e a aviação moderna. Destruído parcialmente por um incêndio em 1998, foi restaurado, ampliado e modernizado ganhando destaque entre os aeroportos brasileiros para aviação comercial nacional.

    O jardim da praça em frente foi projetado por Roberto Burle Marx e constituiu-se em sua primeira experiência com plantas tropicais, tendo sido um ensaio para a obra paisagística do Aterro do Flamengo, vinte anos depois.
     
    O Santos Dumont é um aeroporto que traz consigo um glamour que existe até hoje, apesar de recentes tentativas de esvaziar o terminal com a transferência de todos os voos para o Galeão, com a exceção da ponte aérea Rio-São Paulo. 
     
    No dia 13 de fevereiro de 1998, o terminal de passageiros do Aeroporto Santos Dumont foi destruído pelo fogo. O incêndio começou no por volta da 1h30, na madrugada de sexta-feira, e só foi controlado oito horas depois, por volta das 9h30 da manhã daquele dia. O fogo começou no setor de desembarque e atingiu lojas, restaurantes, locadoras de veículos e até a torre de controle do aeroporto.
     
    Como o aeroporto não tem voos regulares durante a madrugada, o número de vítimas foi reduzido. Dezoito pessoas foram resgatadas com ferimentos leves. A pista e o pátio do aeroporto não foram atingidos, e então quarenta aviões e três helicópteros que estavam estacionados tiveram permissão para decolar.
     
    O prédio não teve a estrutura abalada, porém o laudo pericial indicou que 20% da estrutura do prédio, que ficou destruído pelo fogo, deveria ser demolida e o restante da estrutura passar por reforma. Todos os voos foram transferidos para o Aeroporto do Galeão e o Aeroporto Santos Dumont ficou fechado por cerca de 180 dias para as reformas. O aeroporto então voltou a operar em 15 de agosto de 1998 após os reparos.
     
    Fonte: Wikipedia
     
    Leia mais:

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.




    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

    Banner Pets

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO










#AGENDABAFAFA