TURISMO >> Roteiros

  • Parque Estadual de Ilha Grande, paraíso ecológico com florestas, restingas, manguezais, rios, cachoeiras

    Da Redação em 04 de Junho de 2022    Informar erro
    Local: Parque Estadual da Ilha Grande
    LINK: Clique aqui e visite o site
    Localizada na região sul do estado do Rio de Janeiro, na baía de mesmo nome, a Ilha Grande pertence ao município de Angra dos Reis. É a maior ilha do Estado do Rio de Janeiro, com uma área de 193 km². Trata-se de um dos destinos mais conhecidos do Brasil.
     
    O Parque Estadual da Ilha Grande (PEIG) é o segundo maior parque insular do país e ocupa cerca de 62,5% da Ilha Grande. Sua importância para a proteção e conservação da biodiversidade fez com que fosse reconhecido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, Unesco, como parte da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, em 1992. 
     
    O parque foi criado em 1971 e teve seu território modificado pela última vez em 2007, com 12.052 hectares.
     
    Na área do parque estão mais de dez praias, além de costões rochosos, florestas, restingas, manguezais, rios, cachoeiras, lagoas, construções históricas e mais de 80 km de trilhas.
     
    O local propicia condições para aventuras terrestres, aquáticas, recreação, interpretação, aprendizagem, inspiração e relaxamento, graças às paisagens espetaculares, história e natureza ímpar, ao lado de diversas atrações.
     
    O Circuito do Abraão é composto por uma trilha circular em que estão localizados os atrativos mais acessíveis do parque. Tem a extensão de 1,8 km, com inclinações leves, que exigem pouco esforço físico. As principais atrações são: Praia Preta, Amolares, Ruínas do Lazareto, Aqueduto (datando de 1893), Poção e mais dois mirantes: o Mirante do Aqueduto e o Mirante da Praia Preta, considerado um excelente local para avistar aves.
     
    O Pico do Papagaio tem 959 metros. É um afloramento rochoso granítico visto de longe parece um bico de papagaio. De seu topo é possível apreciar toda a baía da Ilha Grande. É um dos seus símbolos e por isso está presente na logomarca do parque. A trilha para alcançá-lo é pesada e a contratação de um guia é recomendada. Tempo total, ida e volta, entre 3h30m e 5 horas. 
     
    A Cachoeira da Feiticeira tem uma queda-d’água de aproximadamente 15m de altura. É uma das cachoeiras mais visitadas do parque, tanto para banho como para a atividade de rapel. Seu acesso se dá por uma trilha de nível moderado, cerca de 2,8 km, com subidas e descidas por uma mata preservada.  
     
    A Praia Dois Rios (foto capa João Pontes) é cercada de muito verde com um rio em cada lado, possibilitando ao visitante um banho de água-doce. Do Presídio Cândido Mendes hoje só existem ruínas. As casas, antes moradia dos guardas, atualmente são ocupadas por moradores, pesquisadores e técnicos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Saindo do Abraão pela Estrada da Colônia, são 8,3 km.
     
    A Praia do Aventureiro é uma pequena vila de pescadores onde é possível hospedar-se em campings oferecidos por moradores. Muito procurada pelo público jovem, principalmente surfistas, guarda belos atrativos naturais, como os mirantes da Espia e do Sundara e o conhecido coqueiro deitado, que é seu cartão-postal.
     
    Fonte: Parques Estaduais/INEA
    Fotos: Silvia Perrone e Parques Estaduais/INEA
     


    • TURISMO QUE PODEM TE INTERESSAR

      Pico das Agulhas Negras, com 2.790m de altitude, é o ponto culminante do estado do Rio
      Saiba Mais
      Angra dos Reis, destino turístico do Rio tem 365 ilhas em seu litoral
      Saiba Mais
      Arraial do Sana, lugar místico com muitas cachoeiras e música o ano inteiro
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Comentário do post Hilda Telles Correa:
        ESTE LUGAR É LINDO, ALIÁS TODO O RIO DEJANEIRO É LINDO. SOU CARIOCA.


DIVULGAÇÃO