ARTE E CULTURA >> Teatro

  • Marlene Dietrich ‐ as pernas do século noTeatro da UFF

    Da Redação em 04 de Dezembro de 2019    Informar erro
    Local: Teatro da UFF
    ENDEREÇO: Rua Miguel de Frias 9, Icaraí - Niterói
    CONTATO: (21) 3674-7515
    DETALHES: De 7 a 15/12/19 | Sábados e Domingos às 19h, Ingressos: R$ 60 (inteira) 
    LINK: Clique aqui e visite o site
    A biografia musicada “Marlene Dietrich - as pernas do século” é uma peça sobre o amor e o tempo. Revisita a história de vida de uma grande artista e símbolo sexual, mas principalmente de uma mulher corajosa que nunca abriu mão do amor e da liberdade.
     
    Atriz e cantora, Marlene Dietrich (1901-1992) foi uma das personalidades mais marcantes do século XX. No cinema, no teatro e na música, Dietrich se destacou por sua originalidade e perfeccionismo. Grandes compositores escreveram canções especialmente para ela. Foi um dos maiores símbolos sexuais do cinema - seu rosto, pernas e voz já fazem parte do imaginário de gerações. 
     
    Por sua movimentada vida amorosa passaram Eric Maria Remarque, Jean Gabin, Yul Bryner, Ernest Hemingway, Burt Bacharach, Frank Sinatra, Cole Porter, entre outros. Desde o início de sua carreira, Dietrich esteve sempre no centro dos acontecimentos: na Berlim dos anos 20; em Hollywood, a partir dos anos 30; no front da II Guerra Mundial, quando cantou para os soldados; em Paris e Nova York nas décadas seguintes. Sua história mistura-se com a história do século XX.
     
    O espetáculo traz em cena quatro atores/cantores e três músicos, “Marlene Dietrich - as pernas do século” se define como uma biografia musicada. No papel de Dietrich, Sylvia Bandeira desfila as memórias de Marlene e utiliza-se de canções interpretadas pela diva para ilustrar seu relato. São canções de Burt Bacharach, Cole Porter, Kurt Weill e George Gershwin, além das francesas, “La Vie en Rose”, “Que Reste T-il de Nos Amours” e da emblemática “Lili Marlene”.
     
    José Mauro Brant é o jovem a quem Marlene seduz com sua vivência. Marciah Luna Cabral e Maurício Baduh desdobram-se em vários personagens, dando vida às memórias da atriz - sua relação destemida com amores e família, os produtores e diretores de cinema e teatro, os números musicais dos filmes, peças e shows. 
     
    As grandes canções do repertório de Dietrich são cantadas em inglês, alemão, francês e até em português!
     
    Sinopse: No final da vida, já bem idosa, Marlene conhece um jovem que não faz a menor ideia de quem ela seja, e sequer ouviu falar do mito Marlene Dietrich. Já às vésperas de completar 90 anos, ela acaba seduzindo o rapaz de uma forma bem diferente de quando brilhava absoluta no cinema e nos palcos. Se hoje não conta mais com o frescor da juventude nem com as lendárias pernas, seu charme e inteligência estão mais vivos do que nunca, e somados a uma grande aliada: a memória. Ao narrar para o desavisado rapaz sua trajetória, a diva o envolve e o fascina por ter sido testemunha e personagem dos acontecimentos mais marcantes do século XX: desde o crescimento do nazismo na Alemanha dos anos 1920, passando pelo glamour de Hollywood dos anos 30 a 50, sua experiência no front da II Guerra, até os anos 70, pelos palcos do mundo, New York, Londres, Rio de Janeiro, Tókio.
    Texto: Aimar Labaki
    Direção e Cenografia: William Pereira
    Elenco: Sylvia Bandeira, Marciah Luna, José Mauro Brant, Maurício Baduh
    Direção Musical e Arranjos: Roberto Bahal
    Músicos: Piano - Roberto Bahal, Clarinete - Vinícius Carvalho, Violoncelo - Luciano Correa
     
    Classificação etária: 18 anos

    ATENÇÃO
    Não somos responsáveis por alterações na programação.
    Recomendamos que confirmem os eventos através dos links ou telefones divulgados.
    Apenas organizamos e compartilhamos a informação.


    • ARTE E CULTURA QUE PODEM TE INTERESSAR

      Chica da Silva – O musical
      Saiba Mais
      E o vento vai levando tudo embora, comédia romântica
      Saiba Mais
      TEMPO, UM MONÓLOGO CIRCENSE’
      Saiba Mais


    • COMENTE AQUI

      código captcha

      O QUE ANDAM FALANDO DISSO:


      • Seja o primeiro a comentar este post

CURTA O BAFAFÁ!

DIVULGAÇÃO









#AGENDABAFAFA